segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Corinthians pentacampeão; Vasco é vice de novo


 Globoesporte.com
Rio – Em um campeonato marcado pelo equilíbrio técnico, venceu quem foi mais regular. Líder em 27 das 38 rodadas, o Corinthians teve de esperar até o último jogo para celebrar seu quinto título brasileiro. A festa em um Pacaembu lotado só veio depois do sofrimento que a Fiel tanto aprendeu a saborear ao longo de 101 anos de história. Com o arquirrival Palmeiras disposto a estragar qualquer comemoração, o Timão lutou para superar o nervosismo, empatar por 0 a 0 e voltar a ser campeão nacional depois de seis anos. No fim do clássico, uma briga generalizada entre os jogadores manchou a rodada decisiva.
A difícil igualdade no clássico, que teve Valdivia, Wallace, João Vitor e Leandro Castán expulsos no segundo tempo, foi mais do que suficiente para a taça voltar ao Parque São Jorge. No Rio, o Vasco não passou de um empate por 1 a 1 contra o Flamengo, no Engenhão, e ficou com o vice-campeonato. O Timão encerra o Brasileirão com 71 pontos contra 69 dos cariocas. Já o Palmeiras fica com 50, em 11º, classificado para a Copa Sul-Americana.
O domingo, porém, começou triste para os corintianos. O ídolo Sócrates, de 57 anos, morreu durante a madrugada, em São Paulo, vítima de um choque séptico. O ex-jogador foi homenageado pelo Timão antes da partida no Pacaembu com uma faixa colocada no gramado com uma frase dita pelo craque: “O Corinthians não é um time e uma torcida. É um estado de espírito”. Crianças formaram o número 8 no campo e receberam a equipe com o braço direito levantado e o punho fechado, comemoração característica do “Doutor” em suas comemorações. O gesto foi repetido pelos titulares corintianos durante um minuto de silêncio.
Os números da campanha corintiana são incontestáveis. Além de ter liderado o torneio por mais tempo, a equipe obteve também a melhor série de resultados na história dos pontos corridos: nove vitórias e um empate nas dez primeiras rodadas. Nem mesmo a crise que viveu no segundo turno foi capaz de atrapalhá-lo. O Timão nunca esteve abaixo do quinto lugar e foi quem obteve o o maior número de triunfos (21) e a defesa menos vazada entre os 20 participantes (36 gols). Foram 71 pontos – 62,3% de aproveitamento.
Com a conquista, o Corinthians iguala-se ao Flamengo em número de títulos brasileiros, todos na “era moderna” da competição. Os clubes com as maiores torcidas do país estão abaixo apenas de São Paulo, com seis, e de Palmeiras e Santos, com oito, ambos beneficiados com a unificação dos extintos Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Taça Brasil.
Vencer o principal torneio do país tem um sabor especial para Tite. Depois de balançar no cargo em alguns momentos da temporada, o maior título da carreira faz o treinador afastar a desconfiança de uma ala da torcida e assegura a permanência dele em 2012. A missão agora volta a ser acabar com o eterno desejo alvinegro de conquistar a Taça Libertadores.
Quem também se fortalece é o presidente Andrés Sanches, novo chefe de Seleções da CBF. Em um mandato caracterizado pelo aumento de receitas e por contratações badaladas, como Ronaldo, Roberto Carlos e Adriano, o dirigente obtém seu maior triunfo no campo, fechando um clico considerado de “redenção” pelos dirigentes – sob a gestão dele, o clube venceu também a Copa do Brasil e o Paulistão de 2009. Ele se afasta do cargo no dia 15 de dezembro, mas deixa seu grupo ainda mais fortalecido para vencer as eleições de fevereiro. Mário Gobbi Filho é o candidato da situação.
Classificação
Com o empate em 1 a 1 com o Botafogo, o Fluminense se classificou para a fase de grupos da Libertadores, que já tinha Vasco (Campeão da Copa do Brasil), Santos (Campeão da Libertadores 2011) e o próprio Corinthians classificados. Flamengo e Internacional também participam da competição, mas entram na fase eliminatória.
Os times rebaixados para a segundonda foram Avaí, América (MG), Ceará e Atlético (PR). A Portuguesa, Náutico, Ponte Preta e Sport estão de volta a primeira divisão. Veja a classificação final:
Postar um comentário

Vereador Joãozinho Freitas homenageia PMs e comandante do Batalhão Tiradentes por salvar vítima de afogamento que pulou da ponte do São Francisco.

Vereador de São Luís Joãozinho Freitas entregou a Moção de Aplausos aos PMs e seu Comandante do Batalhão Tiradentes  por salva a vida ...