segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Cresce 25% o total de homicídios dolosos na Ilha

Numero refere-se ao aumento ocorrido em fevereiro, em comparação a janeiro.Até fim da tarde de ontem, haviam sido registrados 69 assassinatos na Região Metropolitana este mês.
Os 28 dias de fevereiro deste ano foram 25% mais violentos em comparação com o registrado no mesmo período de janeiro. A constatação, feita por O Estado com base nos dados do Instituto Médico Legal (IML) e da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP), se refere apenas aos casos de homicídios dolosos. Além dos assassinatos, ainda de acordo com a SSP e IML, outras quatro pessoas morreram em confronto com a polícia, somente este mês.

De acordo com o levantamento, até o fechamento desta edição pelo menos 69 pessoas haviam sido assassinadas nos quatro municípios da Grande Ilha, seja por arma branca ou arma de fogo. Em contrapartida, nos 28 primeiros dias deste ano, 52 pessoas foram mortas de forma violenta. De sexta-feira, 26, até o início da tarde de ontem, nove corpos deram entrada no IML vítimas da violência, além de um morto em confronto com a polícia.

Informações

O IML confirmou apenas a O Estado, alegando restrição nas informações por motivos de força maior que, deste total, sete foram mortas por arma de fogo, outros dois por arma branca. Por arma de fogo, deram entrada os seguintes corpos: Claudiomar Serra Ferreira, de 39 anos, morto após reagir a assalto, no início da tarde de ontem no Itapera, zona rural de São Luís; Rafael Alves da Rocha, de 20 anos de idade; Jailton Costa, de 36 anos; Diego André Costa Pires, de 25 anos, morto com pelo menos 10 tiros em sua residência, na travessa Nossa Senhora de Fátima, na Vila Janaína; e Pedro Alves da Costa, morto na rua São José, na Vila Esperança, na noite de sábado, 27.
Ainda foram mortas por arma de fogo as seguintes vítimas: Leonardo Borges Gomes, de 31 anos, procedente do bairro Vicente Fialho. Segundo informações preliminares da polícia, a vítima seguia em via pública, por volta da 0h30 de sábado, 27, quando homens se aproximaram da mesma e desferiram tiros, fugindo em seguida. Até agora, não há informações sobre os autores do crime. Por fim, a sétima vítima de arma de fogo, somente este fim de semana na Região Metropolitana, foi Edimilson Costa Serra, de 52 anos, no Parque Jair na sexta-feira, 26.
Uma mulher ainda sem identificação, de acordo com informações do IML, foi morta por arma branca e o corpo da vítima foi removido no bairro Diamante, na madrugada de ontem. Outra vítima de arma branca, neste fim de semana, foi um homem que também permanecia até ontem sem identificação e cujo corpo foi proveniente da Vila São José.

De OEstado

Moradores do povoado Sapucaia voltaram a bloquear a BR-402 em Rosário

Moradores do povoado Sapucaia, na cidade de Rosário, voltaram a bloquear a BR-402, no trecho que fica entre os municípios de Bacabeira e Rosário. Segundo as primeiras informações, os moradores estão protestando por algo que já teria reivindicado antes, quando fecharam a rodovia pela primeira vez, no ano de 2015. Segundo eles, os pedidos feitos na época nunca foram atendidos.

O que os moradores querem, além de a construção de um quebra-molas no local para evitar mais acidentes, é a inauguração da caixa d’água do povoado que até hoje a prefeitura de Rosário nunca apareceu para inaugurar os moradores revindicam também iluminação pública e infraestrutura para o bairro. Agora ninguém entra e ninguém sai de Rosário e os manifestantes prometem só parar depois que alguma autoridade for dialogar com eles. Pedaços de madeira e pneus serviram para atearem fogo no meio da BR para impedir a passagem de carros e pedestres.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Fracassa evento de Flávio Dino e Domingos Dutra em Paço do Lumiar

Foi um verdadeiro fracasso o evento organizado pelo governador Flávio Dino e o pré-candidato a prefeito de Paço Lumiar, Domingos Dutra, ambos do PCdoB, realizado na noite deste sábado 27, no município.
Intitulado de “Diálogos por Paço do Lumiar”, o evento reuniu apenas pessoas que foram levadas de São Luís em ônibus fretados. Ainda assim, ainda teve quem vaiasse Dino, durante o seu discurso.
O governador, aliás, apesar de ter declarado que o Palácio dos Leões não se envolveria em campanha e nem declararia apoio a candidatos nestas eleições, esteve no local acompanhado de pelo menos 12 secretários, inclusive o pedetista Julião Amim.
O vexame serviu de alerta para o comunista, que percebeu que, passado um ano de governo, a população não quer mais diálogo, mas trabalho.


Do Atual7

Willame Anceles prestigia o grito de luta dos pescadores de Rosário voltado para os interesses dos menos favorecidos

Willame  Anceles ao lado de Gil Cutrim e Lúcia na luta pelos pescadores 
O gestor da Regional de Saúde  de Rosário e pré-candidato a prefeito de Rosário Willame Anceles  prestigiou neste domingo (28), o grito de luta dos pescadores de Rosário na luta, voltado para os interesses dos menos favorecidos os pescadores na praça da Matriz, ao lado da Presidente do Sindicato dos Pescadores de Rosário Lúcia e do presidente da Associação dos pescadores de Rosário o pré-candidato a vereador Gil Coimbra.


Mais de 5.000 Mil pescadores de Rosário estiveram reunidos no local para o grande ato assim como todos pescadores de toda Região do Munim, para luta pela volta do seguro-defeso onde realizaram um abaixo assinado para ser encaminhado ao STF onde, o Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou um decreto legislativo aprovado em dezembro ano passado de 2015, pelo Congresso que garantia aos pescadores o pagamento do seguro-defeso, benefício previdenciário concedido pelo governo durante o período de proibição da pesca.

Numa decisão liminar (provisória), que ainda deverá ser confirmada ou rejeitada pelo plenário da Corte, Lewandowski atendeu a um pedido do governo para manter suspenso o defeso por 120 dias e, assim, o pagamento aos pescadores afetados pela medida.

Cada pescador beneficiado com o seguro-defeso recebe um salário mínimo mensal por até cinco meses como forma de compensação pelo período de proibição da pesca artesanal.

Originalmente, o defeso foi suspenso por uma portaria dos Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, que foi posteriormente derrubada pelo decreto do Congresso.

Na ação, o governo alega "incerteza" em relação aos destinatários do benefício, alegando ser necessário realizar um recadastramento dos pescadores para evitar fraudes no recebimento. Além disso tem que garantir o direito dos pescadores para receber o seguro-defeso, para  ser preciso reavaliar o período para a preservação dos peixes durante a piracema, fica proibida a pesca de peixes nativos no estado. O objetivo é proteger as espécies, garantido a desova e a reprodução.

O governo federal  tem pagar o seguro-defeso para os pescadores que vivem da pesca para sustentar  suas famílias.





Moradores de Rosário reclamam da falta de infraestrutura da cidade

Prefeita de Rosário Irlahi Moares abandonou os bairros da cidade.
Os moradores da cidade de Rosário têm utilizado as redes sociais para denunciar a falta de infraestrutura do município.

Nas fotos publicadas fica evidente o total descaso da administração pública com a população da cidade. Ruas com buracos, lama e sem o mínimo de saneamento básico.

As imagens abaixo são da rua 9, no bairro Ivar Saldanha, rua General Lott, entrada para o bairro Cohab 2 e Habitar Brasil. O problema da falta de infraestrutura nos bairros da cidade é de conhecimento da Prefeitura, mas nada é feito para mudar a situação dos bairros.

Quem mora nesses bairros, nem sabe mais a quem recorrer porque a situação é cada vez pior.

Sob administração da prefeita Irlahi Moares , a população de Rosário tem sentido na pele o caos que está instalado em vários setores da cidade.

Vejam o caos na cidade:




Governo abandona obras da USC na Cidade Olímpica

As obras da Unidade de Segurança Comunitária (USC), localizada na rua 17, travessa P, no bairro Cidade Olímpica – em São Luís – foram abandonadas pelo Governo do Maranhão. De acordo com moradores da região, serviços não foram concluídos pela empresa responsável, que teria abandonado o canteiro dos trabalhos há pelo menos um ano.
No local, pelo menos 70% dos trabalhos foram concluídos, incluindo salas. No entanto, ainda falta o acabamento dos arredores do terreno, além da conclusão do muro que cercará a USC. Até mesmo uma câmera do sistema de videomonitormanto permanece instalada no local onde deveria funcionar a unidade da Polícia Militar (PM).
Além dos serviços inacabados, é possível ver ainda milhares de tijolos, carradas de areia e ferramentas que possivelmente estavam sendo usadas pelos operários, antes do abandono. Segundo o morador José de Arimatéia Nunes, que reside a poucos metros do terreno onde seria feita a unidade de segurança, funcionários da empresa não deram explicação sobre o abandono da obra. “ Acredito que tenha sido por não receber. Os operários saíram e não deram qualquer explicação”, disse.
De acordo com a placa fixada na entrada do terreno onde funcionaria a USC, os serviços custariam – no total – R$ 444.113,35, oriundos de parceria entre os governos Federal e Estadual. Ainda segundo a placa, os serviços foram iniciados no dia 3 de julho de 2014.
Caso estivesse entregue, a USC poderia atenuar os índices de insegurança em um dos bairros mais violentos da capital maranhense. No dia 14 do mês passado, conforme consta no relatório divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), em seu site oficial, a vítima – identificada por José de Ribamar Nascimento Júnior – de 26 anos foi assassinada com vários tiros em via pública, no bairro.
Além de assassinatos, a USC também combateria os assaltos na região, especialmente a coletivos. Atualmente, a capital maranhense possui as USCs do Coroadinho e da Vila Luizão /Divineia. Apesar da presença das USC, a violência ainda não foi minimizada. No dia 27 de janeiro deste ano, O Estado mostrou que – mesmo situada a poucos metros da USC – a UEB João de Souza, na Vila Luizão, foi invadida por assaltantes.
Resposta
Procurada por O Estado, a SSP informou que já “ está adotando as medidas para que os trabalhos de construção sejam retomados”. No entanto, a pasta não informou sobre o porquê da suspensão dos trabalhos.




De OEstado 

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Médico nega atendimento a paciente no hospital SESP em Rosário

Mãe da paciente denunciando a falta de medicamentos e a falta de atendimento médico
A moradora da cidade de Rosário Lili Rocha, denunciou nas redes sociais na quarta-feira (24), que o médico do hospital SESP de Rosário, negou atendimento médico  para a sua filha que estava com os sintomas de febre de 38° graus e vomitanto.A moradora Rosariense denunciou ainda que o médico que negou atendimento a sua filha falou para a moradora que não iria atender a sua filha porque estava com fome e iria jantar só depois de meia hora o médico apareceu, o médico do hospital cometeu o caso de omissão negando atendimento para a paciente botando em risco a vida humana.

A moradora Lili Rocha ainda denuncia a falta de medicamentos no hospital SESP, além do médico ter negado o atendimento mandou a mãe da paciente compra os medicamentos paracetamol e plasil injetável para a paciente tomar em sua casa, o médico nem quis saber porque a paciente estava com fedre alta e vomintando e mandou a paciente para sua residência com febre de 38° graus e vomitando um profissional irresponsável contratado pela prefeitura de Rosário.


Vejam aqui:


Morador de Rosário denuncia falta de médico na UBS da Ivar Saldanha

A saúde da cidade de Rosário continua um caos e a prefeita Irlahi não faz nada para resolver ontem foi a falta de médico na Unidade Básica de Saúde (UBS), da Ivar Saldanha agora o médico do hospital SESP, que nega atendimento  a uma paciente.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Morador de Rosário denuncia falta de médico na UBS da Ivar Saldanha

UBS da Ivar Saldanha esta sem médicos 
Enquanto a prefeita de Rosário Irlahi Moraes  faz uma propaganda enganosa da Unidade Básica de Saúde de Rosáro localizada no bairro da Ivar Saldanha, os moradores da cidade de Rosário denunciam a falta de médico na Unidade Básica de Saúde, a   gestão municipal inaugurou a obra com recursos federais para depois abandonar. 


O morador e lider comunitário do bairro da Ivar Saldanha José  Hilton de Oliveira denunciou nas redes socias a falta de médico na Unidade Básica de Saúde da Ivar Saldanha em Rosário que estava lotada.

A cidade de Rosário já recebe muitos recursos federais e estaduais, inclusive a clínica da prefeita Irlahi Moraes que teve um convênio renovado recentemente com o Governo do Estado,  como pode ser visto no DOE, enquanto isso a população Rosariense  vem sofrendo com o caos na saúde. Onde estão indo parar os recursos recebidos pela prefeita de Rosário Irlahi, na área da saúde que a população rosariense não ver, isso é mistério.

Moradores da Vila São José reclamam da falta de Infraestrutura em ruas da comunidade

Os moradores da Vila São José em Rosário, reclamam da falta de Infraestrutura nas ruas da comunidade, a prefeita Irlahi Linhares, é uma péssima gestora se quer bota os pés na comunidade para ver de perto os problemas socias que a comunidade vem atravessanto.

Os moradores se sentem abandonados pela prefeita Irlahi e pelos vereadores, basta ver a entrada da  Vila São José tomada pelo mato.

Até agora o único que pisou na Vila São José  foi  o gestor da Regional de Saúde de Rosário  Willame Anceles para ver os problemas socias de perto que a comunidade vem atravessando.
Willlame Anceles visitou a Vila Såo José para ver os problemas Socias de perto.




Passagem de ônibus em São Luís vai subir para R$ 3,10 a partir deste domingo



Prefeito Edivaldo Júnior deve usar a entrega recente de coletivos e o Bilhete Único como justificativa para o reajuste
A Prefeitura de São Luís deve anunciar, até a próxima sexta-feira 26, a nova tarifa do transporte coletivo no Sistema Integrado de Transporte (SIT) da capital – rede onde se pode utilizar o sistema de Bilhete Único. O valor passará a ser cobrado em R$ 3,10 – alta de 22% sobre o valor atual, de 2,60 –, a partir da zero hora deste domingo 28.

O aumento, segundo fontes, foi acertado entre o SET (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís) e a SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte) uma semana antes da paralisação de rodoviários realizada ontem 23, após os proprietários das 21 empresas que atendem os usuários de São Luís alegarem prejuízos com a implantação do Bilhete Único e, por isso, dificuldade para honrar o pagamento dos salários dos trabalhadores em dia.

Segundo os empresários, desde a implantação do Bilhete Único, houve uma perda de 500 mil passagens.

Aos domingos e feriados, para quem utilizar o cartão de bilhetagem eletrônica, o valor será de R$ 2,90 – o que representa uma alta de 11% para esses dias em relação a cobrança atual. Quem paga a passagem em dinheiro, porém, o valor da tarifa de R$ 3,10 será mantido.

Embora não tenha cumprido o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) acordado com o Ministério Público do Maranhão, de que o aumento anterior da passagem para 2,60 justificava-se devido a 500 novos ônibus que seriam comprados para o transporte público da capital, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) deve usar a entrega recente de coletivos e o próprio Bilhete Único como justificativa para o aumento.

Contando com o ocorrido em 2013 e barrado na Justiça por intervenção do MP-MA, este já é o quarto aumento da passagem de ônibus na capital da gestão do pedetista, o que dá uma média de um reajuste por ano. Dos 500 novos ônibus acertados no TAC, pouco mais da metade foram entregues.


Do Atual 7

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Greve de ônibus é encerrada, mas passagem deve aumentar em São Luís

Os ônibus voltaram a circular em São Luís no início da manhã de hoje. O fim da paralisação do sistema de transporte coletivo de São Luís foi confirmada pelos sindicatos dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema) e das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET). Segundo nota enviada pelo SET, ontem, foi firmado acordo com os rodoviários e confirmado o término da paralisação com a normalização no sistema do transporte coletivo em São Luís para esta quarta-feira. Com a paralisação, os usuários do sistema de transporte coletivo enfrentaram diversos transtornos ontem.

No início da noite de ontem, os rodoviários decidiram aceitar proposta mediada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) em que os empresários façam o pagamento de 40%, referente ao adiantamento de salário dos motoristas hoje e o de cobradores e fiscais até no máximo, sexta-feira, 26. “Resolvemos aceitar a proposta mediada pela SMTT e colocar 100% da frota para circular a partir de amanhã [hoje]”, informou Gilson Coimbra, um dos diretores do Sttrema.

Apesar dos dois sindicatos terem entrado em acordo em relação ao pagamento dos 40% de adiantamento salarial da categoria, o presidente do SET, José Luiz de Oliveira Medeiros, frisou que isso dependerá da realidade financeira de cada empresa. “Acordamos que o pagamento dos rodoviários começa amanhã [hoje], mas não podemos garantir que todas as empresas conseguirão cumprir”, afirmou.

Começaram a se espalhar ontem, em redes sociais, a especulação de que vem aí mais um aumento de passagem em São Luís.

Informações, dão conta que ainda amanhã  haverá uma reunião na sede do Tribunal Regional do Trabalho para discutir um possível aumento de 11% nas tarifas do transporte público da capital.Enquanto isso o prefeito Edivaldo Holanda Jr e os vereadores de São Luís estão caladinhos.

Gestor Regional de Saúde, Willame Anceles participa do programa “O povo quer saber” da VTV.

Apresentador entrevistando Willame Anceles (gestor de saúde da regional de Rosário)
O gestor de saúde da regional de Rosário Willame Anceles, junto com o entomologista  Antonio da Luz, participaram de um programa local de TV que fica localizado na cidade de Santa Rita, falando sobre as precauções que deve ser tomadas sobre o mosquito transmissor da doença do Zica Vírus, transmitido pela picada do mesmo vetor da dengue, o Aedes aegypti.
Assunto este que foi a pauta do programa “O povo quer saber”, veiculado ao vivo no último sábado (20), para toda região pela VTV canal 09 com sede em Santa Rita. O programa sempre aborda um tema de interesse da sociedade. 

A informação e o planejamento familiar, as principais dúvidas, a orientação que mulheres e homens vêm recebendo nos serviços de saúde, medidas de prevenção, entre outros temas, estiveram em pauta na discussão que teve as participações de Willame Anceles (gestor de saúde da regional de Rosário) e Antonio da Luz (entomologista).
Para eles, o melhor a fazer é se prevenir, combater o mosquito transmissor e repensar os planos de gravidez. Willame Anceles como gestor, tem visitado com frequência os 12 municípios que compõe a regional, onde na oportunidade tem orientado os prefeitos a realizarem ações de prevenção, sempre com apoio do governo estadual.

Aluisio Mendes articula apoio de partidos a Eliziane Gama

Articulados pelo deputado Aluisio Mendes (PTN), lideranças do PTdoB, do PTN e do PSDC estiveram reunidos com a deputada Eliziane Gama (Rede) discutindo as eleições municipais deste ano em São Luís. Além dos dois parlamentares e dos dirigentes partidários, os vereadores Armando Costa (PSDC) e Marlon Garcia (PTdoB) também participaram do encontro.
“Estivemos conversando com a deputada Eliziane, conhecendo o seu projeto de governar São Luís. Ela externou o compromisso de trabalhar por uma cidade melhor para a sua população, com investimentos sérios em infraestrutura, saúde, educação e tantas outras áreas que carecem de uma gestão competente e compromissada”, declarou Aluisio Mendes.
Eliziane Gama disse que está buscando ampliar sua base político-partidária para disputar a Prefeitura de São Luís. “Nossa caminhada cresce a cada dia, e acredito que estamos no caminho certo nesse projeto de construir uma São Luís mais desenvolvida, com melhores condições de vida para todos”, enfatizou ela. “Nós seguimos as diretrizes do nosso partido, que acredita nesse novo projeto de governo, para o bem de São Luís”, acrescentou o vereador Marlon Garcia.
O presidente estadual do PTN, Laércio Costa, e o presidente municipal do PTdoB, Celso Dias, também participaram do encontro com a pré-candidata a prefeita.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

“Não aceitaremos outro aumento na tarifa”, dispara deputado Wellington do Curso

Na tarde desta segunda-feira (22), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para solicitar mais atenção no tocante ao transporte público na capital maranhense.

Durante o pronunciamento, Wellington destacou a paralisação de advertência no transporte público de São Luís e ressaltou que a população não arcará com o ônus, o que torna inadmissível um outro aumento na tarifa cobrada.“Ao analisarmos o transporte público em São Luís, percebemos que inúmeras são as debilidades em tal serviço. Como ápice do desrespeito ao cidadão, o trabalhador que precisou acordar cedo para ir ao serviço se deparou, na manhã de hoje, com uma paralisação de advertência por parte dos trabalhadores rodoviários. Até o presente momento, a dúvida permeia a mente do ludovicense que fica aflito com a inconstância dos serviços prestados", disse.

O parlamentar fez um apelo à Prefeitura. "Frisamos que, independente das circunstâncias, continuaremos em defesa da população de São Luís e, por isso, não aceitaremos, em hipótese alguma, o aumento na tarifa. Deixamos aqui a nossa solicitação à Prefeitura, a fim de que destine mais atenção ao transporte público, demonstrando zelo por aquilo que é constitucionalmente assegurado: o direito de ir e vir”, ressaltou o deputado.

Rodoviários não recebem salários e anunciam greve em São Luís

A população de São Luís pode ficar sem ônibus durante todo o dia de ho­je. Pelo menos é o que afirma o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema), que decidiu suspender a circulação dos ônibus por causa de atraso no pagamento dos salários dos trabalhadores. Caso os empresários efetuem o pagamento, a qualquer hora do dia, o transporte coletivo deve voltar a funcionar normalmente. Hoje, em nova reunião, os rodoviários definirão se a greve terá continuidade.

A primeira paralisação dos rodoviários, de advertência, aconteceu na madrugada de segunda-feira, 22. Das 4h30 às 6h30 os veí­culos da maioria das empresas que exploram o serviço ficaram retidos nas garagens. Ainda no começo da manhã, os ônibus voltaram a circular e quem precisou se deslocar pela cidade não chegou a sentir muito os reflexos do movimento.

O Sttrema então decidiu, em assembleia e depois de reunir-se na Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), com a presen­ça de representantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET), que hoje a paralisação será mais longa. Com essa medida, o sindicato quer pressionar os empresários a efetuarem o pagamento dos funcionários, que está em atraso.

Hoje deve ser feita uma reunião de avaliação, para determinar se a paralisação se estenderá à quarta-feira. Segundo diretores do Sttrema, essa reunião de avaliação deve ser diária para determinar os caminhos do movimento, que pode se tornar uma paralisação por tempo indeterminado, caso os empresários não paguem os 40% do salário devido aos trabalhadores.

Parcelado

O salário dos rodoviários é pago em duas parcelas. A primeira até o quin­to dia útil do mês, quando é pago 60% do valor, e no dia 20, quando são pagos os 40% restantes. No entanto, segundo a entida­de, desde outubro de 2015 as empresas não estão cumprindo as da­tas acordadas. “No último mês, a primeira parcela foi paga com mais de seis dias de atraso.

Algumas empresas pagaram apenas no dia 15, quase na data em que deveriam estar pagando a segunda parcela”, afirmou Isaías Castelo Branco, presidente do Sttrema.

Por causa disso que houve a paralisação de advertência ontem. De acordo com Isaías Castelo Branco, apenas as empresas Pericumã, Viação Pelé, Viação Matos e Trans Requinte estão em dia com os pagamentos e foram as únicas cujos trabalhadores não participaram do movimento. “Essas são empresas menores. Todas as outras estão atrasando”, disse.

No início da tarde de ontem, aconteceu uma reunião na Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), com a presença de representantes do Sttrema e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) para definir a situação dos pagamentos. “Essa discussão é para regularizar o pagamento dos nossos salários. Ainda não começamos a campanha salarial 2016 e desde já as empresas já estão atrasando os acordos firmados”, comentou Isaías Castelo Branco.

De OEstado 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Rosário-Moradores da Travessa Bom Jesus reclamam da falta de infraestrutura em rua...


Os moradores da Travessa Bom Jesus mais conhecida como a Rua sem saída que fica localizada no bairro da Malvinas em Rosário, entraram em contato com o blog, para reclamar da falta de infraestrutura da rua que está abandonada pela prefeitura de Rosário.


Os moradores da Travessa Bom Jesus estão revoltados e denunciam que quando chove a rua fica completamente alagada se quer os moradores podem sair de suas residências, e dizem mais que a prefeita de Rosário Irlahi e os vereadores nunca mais botaram os pés na Travessa Bom Jesus para resolver o problema de infraestrutura da rua.O moradores da comunidade só são vistos em tempos de eleições, como nas eleições passadas municipais que a prefeita de Rosário Irlahi Moraes quando era pré-candidata e os vereadores eleitos passaram na rua pedindo votos, abraçando e beijando os moradores fazendo promessas de melhorias da rua, e nunca mais apareceram nem para agradecer os votos.

"Aqui mora eleitores, aqui mora famílias, aqui mora seres humanos" desabafam os moradores da Travessa Bom Jesus.



Gastos do Governo Flávio Dino repercutem nacionalmente

Apesar de tentar passar a imagem de que cortou muitos gastos supérfluos, o governador Flávio Dino foi criticado nacionalmente nesta segunda-feira (22), justamente por gastar R$ 6 milhões com assessoria e imagem.
A crítica foi feita pelo jornalista Leandro Mazzini através do Blog Coluna Esplanada. A postagem faz referência ao alto valor que será investido em assessoria e imagem, mesmo com o Maranhão possuindo o pior IDH do Brasil.
Pelo visto a imagem que Dino está querendo passar, não é bem a que a imprensa está de fato tendo dele. Veja abaixo a postagem na íntegra.
O novo Governo do Maranhão estreou 2015 cortando gastos supérfluos da gestão anterior de Roseana Sarney, como casa de praia e fretamento de jatinhos, entre tantos outros custos. Mas caiu na tentação de aparecer bonito na fita para o Brasil.
Num contrato de 12 meses, o Governo vai gastar até outubro a bagatela de R$ 6 milhões em assessoria de imprensa e gestão de imagem – embora possua equipe própria de jornalistas no Palácio dos Leões.
O Maranhão tem o IDH mais baixo do País, e o governador Flávio Dino (PCdoB) herdou a administração com um passivo de R$ 1,3 bilhão, revelou em entrevista há um ano.
Com o desafio de melhorar saúde, segurança e educação – há dezenas de escolas de barro e sapé – a contratação milionária da Informe Comunicação, de Brasília, mesmo por licitação, deixa o governador num discurso contraditório.
Numa analogia, a Secretaria de Comunicação do Estado atua como um empresário que já tem um monomotor que lhe serve bem, mas compra um jatinho para aparecer bonito na praça. A diferença é que se trata de dinheiro público.
O cenário cria um paradoxo. Para os governos, que possuem assessoria de imprensa própria, é um gasto duplo. Para os escritórios contratados, é como acertar na loteria. Em Brasília e País adentro, dominam esse mercado a FSB, CDN e Máquina da Notícia.
A contratação de agências de comunicação é modus operandi de praxe para governadores e prefeitos de capitais, que assediados pelos escritórios se encantam com o canto da sereia de maré mansa na mídia nacional – estes escritórios, com bom trânsito em jornais, emissoras e revistas, conseguem ‘plantar’ matérias positivas nos grandes veículos: uma nota numa revista, uma reportagem propositiva num caderno de economia, ou um Globo Repórter especial, etc.
A assessoria do Governo do Maranhão justifica que há necessidade de planejamento de comunicação, relações públicas e a contratada dispõe de estrutura sediada em São Luís com profissionais capacitados. Informa ainda que tem equipe insuficiente para atender demanda de 217 municípios. Procurados, os diretores do Grupo Informe não se pronunciaram.


Por Jorge Aragão

WILLAME ANCELES REALIZA PALESTRA SOBRE O ZIkA VÍRUS NO SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS NO MUNICÍPIO DE ROSÁRIO

Willame Anceles realizou o programa de combate ao mosquito Aedes aegypti
 O gestor regional de saúde na cidade de Rosário, o enfermeiro Willame Anceles esteve com sua equipe no sábado (20) no Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Rosário. Onde realizou uma palestra do programa de combate ao mosquito do Aedes aegypti, falando sobre dos cuidados necessários para combater o mosquito.

Aedes aegypti que também transmite o zika vírus e a febre chikungunya. A melhor forma para combater o mosquito é durante sua fase larval, e não a adulta. O mosquito põe seus ovos em recipientes artificiais ou naturais que armazenam água, então evite deixar água em latas e garrafas vazias, pratos sob vasos de plantas, caixas d’água descobertas, pneus, calhas, bromélias, bambus ou até buracos em árvores.

"Muito importante a participação de todos no combate ao mosquito" declara Willame Anceles.


Willame Anceles gestor Regional de Rosário. Anunciou também a chegada de dois carros fumacê UBV ( ultra baixo volume ), para regional, onde ele agradece ao governador Flávio Dino e o secretário de saúde Marcos Pacheco, por ter cedido este veiculo ao município.


Do Portal do Munim 

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Deputados federais Aluisio Mendes, Eliziane Gama e Waldir Maranhão aproveitaram o domingo para conversar sobre as eleições municipais de São Luís. 

O deputado federal Aluisio Mendes PTN, se reuniu neste domingo (21), com a pré-candidata a prefeita de São Luís Eliziane Gama, para conversar sobre as eleições municipais de São Luís.

O deputado Aluisio Mentes, conversou com a deputada federal Eliziane Gama, sobre uma possível aliança que poderá acontecer entre os partidos PTN e PT e B ambos partidos ligados Aluisio Mendes, para dar apoio a pré-candidata a prefeita de São Luís Eliziane Gama, caso aconteça, será um grande apoio já que Aluisio  Mendes vem se destacando como o melhor deputado federal maranhense no Congresso Nacional isso vai ser um grande apoio também nos palanques para Eliziane Gama vencer as eleições municipais de São Luís.

A converça contou com as presenças também do  presidente estadual do PTN Laércio Costa, deputado federal Waldir Maranhão. e os presidentes municipais PT do B, Celso Dias e do PP, Pedro Celestino.

Pode aguardar que  o partido ( PTN ) vem forte com bons pré-candidatos a vereador nestas eleições municipais de São Luís.

Calvet Filho faz aliança com Marconi Bimba...

Calvet Filho fez uma aliança com Marconi Bimba, e agora Flávio Dino vai Subir no palanque com Bimba envolvido em corrupções e desvio do dinheiro da merenda escolar.
Definitivamente o mês de fevereiro não foi bom para o superintendente de articulação politica e pré-candidato pelo PSDB a prefeitura de Rosário, Calvet Filho. O seu principal aliado no município pra eleições de outubro o, ex-prefeito Marconi Bimba, absolutamente entrou em crise Financeira/Moral, após ter contas desaprovada pelo TCE (Veja aqui) e condenado à devolver a devolva aos cofres públicos R$ 20.462.420,12 e pague multas que totalizam R$ 2.180.842,01 para o município de Rosário, se devolve! Pra completar a polícia civil cumpriu mandado de busca e apreensão na residência do ex-prefeito, Marconi Bimba, Na ação policial, foram apreendidos na residência localizada no Bairro do Parque Amazonas, em São Luís, um lap top, pen drives e CDs, além de vasta documentação referente à prefeitura de Rosário-MA.

A documentação estava guardada em um quarto na residência. Calvet filho sonhou e sonha ter no mesmo palanque em outubro o ex-prefeito, Marconi Bimba e o governo Flávio Dino. Olhe lá se o ex-prefeito não for preso antes…! 

Segundo informações fortes Marconi Bimba está direto na Zona Rural de Rosário pedindo votos para Calvet Filho.

Do Maranhão Verdade

Parte das empresas do transporte público de São Luís não pagou os rodoviários


O Sindicato vai aguardar mais 24h para que os empresários voltem atrás na decisão. Caso contrário, vão parar as atividades
O impasse entre o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão e as empresas que atuam no transporte público de São Luís continua. Segundo o Sindicato, até o inicio da noite desse sábado (20), apenas três empresas efetuaram o pagamento dos trabalhadores: Pericumã, Matos e Pelé.

“Diante dessa situação, mais uma vez, a entidade vem a público demonstrar toda a insatisfação, em razão do descumprimento do acordo de convenção coletiva de trabalho, não disponibilizando o adiantamento de salário da categoria no dia 20, como determina uma das cláusulas do acordo em questão”, explica o presidente da entidade, Isaías Castelo Branco.

Ainda segundo o presidente, o Sindicato vai aguardar mais 24h, para que os empresários voltem atrás na decisão e efetuem o pagamento dos motoristas, cobradores e fiscais, ainda, neste domingo (21). Isaías Castelo Branco afirma que, caso as empresas não paguem os trabalhadores, a partir das primeiras horas de segunda-feira (22), os ônibus das empresas em débito com a classe não sairão das garagens, deflagrando a greve de rodoviários em São Luís.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Deputado federal Aluisio Mendes promove encontro para orientar prefeitos sobre convênios

Deputado federal Aluisio Mendes reunido com os prefeitos.
Os municípios do Maranhão perderam a oportunidade de investir milhões de reais em saneamento básico ano passado por não apresentarem documentos e projetos corretos para firmar convênios com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), com a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) e com o Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra). O assunto foi discutido sexta-feira e sábado em São Luís, durante encontro entre dirigentes dos três órgãos, prefeitos e técnicos municipais, com o objetivo de solucionar o problema e garantir mais recursos federais para o estado.
Promovido pelo deputado federal Aluisio Mendes (PTN), o encontro com a participação de prefeitos e técnicos dos municípios de Afonso Cunha, Aldeias Altas, Alto Parnaíba, Bacurituba, Bom Jesus das Selvas, Colinas, Fortaleza dos Nogueira, Grajaú, Lago da Pedra, Olinda Nova do Maranhão, Peritoró, Riachão, São Bento, Urbano Santos, Viana, Trizidela do Vale e Matinha. O vice-presidente da Câmara Federal, deputado Waldir Maranhão, também esteve presente.
“Como parlamentares, buscamos viabilizar os recursos para o Maranhão, mas os municípios precisam estar habilitados para receber as verbas dos programas federais. Faltam projetos para que os investimentos sejam disponibilizados e cheguem à população. Ano passado, por exemplo, conseguimos estender os prazos na Funasa três vezes, mesmo assim poucos recursos foram liberados”, declarou Aluisio Mendes.
Ele ressaltou que, em momento de crise econômica, os municípios não podem perder os investimentos disponíveis no governo federal. “Qualquer recurso que se deixa de captar é um enorme prejuízo para o Maranhão. Por isso, buscamos o apoio dos próprios órgãos para ajudar os gestores municipais a dar atendimento à população em suas demandas por saneamento básico”, enfatizou.
Segundo informou o diretor de Administração da Funasa, Márcio Endles, nenhum município maranhense conseguiu se habilitar, ano passado, para receber os recursos destinados à implantação, ampliação ou melhoria de sistemas de abastecimento d’água em áreas rurais e comunidades tradicionais (que incluiu a perfuração de poços e a implantação de redes) e ao programa de resíduos sólidos (para a compra de caminhões de coleta de lixo, e construção de mini usinas de reciclagem e aterros sanitários). “Dezenas de municípios declararam interesse nesses programas, mas nenhum conseguiu apresentar os documentos e projetos necessários”, lamentou ele.
“Em um momento de crise econômica, em que os municípios dispõem de poucos recursos, é muito importante poder contar com iniciativas como essa, que visa de fato assegurar investimentos na melhoria da qualidade de vida da população. São programas que transformam para melhor a vida das pessoas, garantindo que tenham acesso aos serviços básicos de saneamento”, declarou a prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que já firmou convênios com a Funasa e a Codevasf.
Para o prefeito de Afonso Cunha, José Leane, o encontro foi muito proveito para os municípios, pela riqueza das informações fornecidas e por estreitar os laços entre os técnicos dos três órgãos federais e das prefeituras. “Nós precisamos contar, cada vez mais, com esse apoio dos nossos parlamentares e do governo federal”, concluiu ele.
MAIS
As ações e programas da Funasa foram apresentadas pelo coordenador geral de Engenharia Sanitária do órgão, José Antônio da Motta Ribeiro. Os programas de Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD) e de Resíduos Sólidos; os planos de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Municipal de Saneamento Básico, assim como o Controle Social nos programas de Saneamento, foram os temas detalhados pela chefe da Divisão de Engenharia da Funasa no estado de São Paulo, Magda Eloisa Rafaldini, e por Jefferson Ribeiro Fernandes, técnico da Universidade Fluminense.
“A portaria interministerial 507/2011” e “Instrumentos de Repasse, Acompanhamento da execução das obras e Prestação de Contas” também foram temas de palestra proferidas pela coordenadora geral de Convênios da Funasa, Aline Pinheiro Macedo Couto, e pela assessora técnica do Departamento de Engenharia do órgão, Lilian da Silva Capinan.
No sábado, Eduardo Madeira, técnico da Codevasf no Maranhão, discorreu sobre as ações do órgão no âmbito municipal. “Incra: convênios e propostas” foi o tema tratado pelo superintendente do instituto no Maranhão, Dayvson Franklin de Souza, e seu substituto, George de Melo Aragão.


Por Gilberto Léda

Depois da repercussão negativa, de tentar agredir morador e debochar da comunidade prefeita Irlahi realiza trabalho as pressas de asfaltamento da Rua do Fio, com asfalto meia-boca


Prefeita Irlahi disiquilibrada asfaltou a rua depois da repercussão negativa de tentar agredir um morador da Rua do Fio.
A prefeita de Rosário Irlahi Moraes (PMDB), se demostrou desiquilibrada depois de fazer o maior barraco na Rua do Fio, esculhambar os moradores e de tentar agredir um morador da comunidade após ele dizer que não votaria nela e que os moradores da Rua do Fio apoiariam Willame Anceles para prefeito de Rosário a prefeita Irlahi depois da repercussão negativa nas redes socias. A gestora desiquilibrada mandou asfaltar a  Rua do Fio com um asfalto meia boca para tentar enganar a população Rosariense.

Prefeita de Rosário Irlahi arma o maior barraco na Rua do Fio e tenta agredir morador

A prefeita Irlahi na busca de tentar abafar o caso de agressão  a um morador da comunidade da Rua do Fio e depois dos deboches aos moradores mandou asfaltar as pressas para tentar abafar o caso que repercutiu negativamente para gestora, agora vai saber se o asfalto é de qualidade com um trabalho às pressas assim ainda mais neste período chuvoso.
trabalho de asfaltamento as pressas para tentar enganar a população Rosariense





Vereador Joãozinho Freitas homenageia PMs e comandante do Batalhão Tiradentes por salvar vítima de afogamento que pulou da ponte do São Francisco.

Vereador de São Luís Joãozinho Freitas entregou a Moção de Aplausos aos PMs e seu Comandante do Batalhão Tiradentes  por salva a vida ...