terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Desembargador manda advogado voltar a estudar e sugere cassação de registro

Desembargador Jaime Ferreira de Araújo
Uma decisão judicial encaminhada à Comarca de Buriticupu referente a um pedido liminar de habeas corpus impetrado pelo advogado Valter Bonfim Teíde Bezerra Filho pedindo a liberação de um veículo roubado de propriedade do senhor Deuzimar Ferreira de Sousa está causando um rebuliço no meio jurídico.
Tudo por que o desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Jaime Ferreira de Araújo, afirmou categoricamente que o advogado responsável pelo pedido é despreparado e precisaria passar por uma nova prova da OAB sugerindo ao presidente da instituição, Thiago Diaz, a cassação do registro do mesmo e solicitando que todas as peças do processo sejam impressas e encaminhadas a OAB-MA.
Rui Barbosa, se fosse vivo, teria vergonha de dizer que pertenceria à mesma categoria profissional deste impetrante”, diz o desembargador Jaime se referindo ao advogado Valter Bonfim.
Veja abaixo trechos da decisão.

Do Blog do Minard 

Nenhum comentário:

Vereadores fazem a farra das aposentadorias na Câmara Municipal de São Luís

Astro de Ogum se aposentou como diretor da Câmara  Municipal de São Luís, em pleno o mandato de presidente da  Câmara e o  Vereador Chico...