segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Acorda Irlahi Linhares:Entra ano, sai ano e a saúde em Rosário não muda.

Acabamos de iniciar o novo ano (2014) e as mesmas reclamações do ano que se passou recentemente não param. O ápice das denúncias e campeã das reclamações em 2013, a saúde na cidade de Rosário, começou 2014 mal.

A primeira reclamação do ano na gestão Irlahi Linhares (PMDB) não poderia ser outra coisa. Logo a saúde, uma de suas especialidades, pois a mesma gestora possui uma clínica particular há anos na cidade, deixa a população sem atendimento médico no único hospital público que possui o município.

A Presidente do Conselho de Saúde da cidade que o diga. Kátia Oliveira voltou a fazer criticas sobre a falta de profissional no SESP, quando relatou em rede social que havia prestado socorro a um jovem de apenas 13 anos, que reside no povoado Vista Alegre, zona rural da cidade. Segundo Kátia, o jovem apresentava fortes dores abdominais, e após buscar atendimento na Clínica e no SESP, não encontrou nenhum médico.

A presidente do conselho de saúde nos disse que foi comunicada por funcionários que o único médico de plantão nas duas casas de saúde teria saído para banhar e jantar às 21:30h.

O jovem teve que buscar atendimento médico em outra cidade, Bacabeira, onde fora atendido por estar apenas com dor abdominal. Ainda segundo Kátia, o médico que os atendeu em Bacabeira havia atendido vários pacientes de Rosário, alegando a mesma coisa: Falta de médicos.

Pelo jeito as coisas não andam melhores neste ramo da gestão Linhares em Rosário. A saúde que deveria ser o ponto forte no governo rosariense, está entre as piores de todas as gestões que já administraram o município até então. Pelo menos é o que diz o povão.


Por Bacabeira em Foco
Postar um comentário

Envolvido em duplo homicídio de terceirizados da Cemar se apresenta à SHPP

Se apresentou com a presença de um advogado à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) na tarde desta terça-feira (22) o...