quarta-feira, 26 de julho de 2017

Rosário sendo da Região Metropolitana de São Luís, foi esquecida pelo governo do Estado no programa mais asfalto de 80 milhões.

A cidade de Rosário está um caos a prefeita de Rosário Irlahi Moraes abandonou a cidade que esta só buracos e o governo Flavio Dino não beneficiou a cidade no programa mais asfalto.
O governador Flávio Dino não beneficiou a cidade de Rosário, que faz parte da Região Metropolitana de São Luís, com pacotão  do programa mais asfalto  de 80 milhões, o município está um caos onde a prefeita Irlahi Linhares do grupo Sarney  vem realizando uma péssima  gestão as ruas dos bairros da cidade estão só buracos a falta de infraestrutura é visível. 

O governador Flávio Dino, não é grato com seu maior aliado que trabalha forte na Regional de Saúde de Rosário Willame  Anceles, onde gestor percorre todos os municípios da Região do Munim, fazendo ações levando saúde trabalhando feito um "cavalo" no sol quente andando por 12 municípios que compõe a Unidade  Regional de Rosário.

Essa era hora do governador Flavio Dino, que teve uma grande votação na cidade de Rosário, graças ao enfermeiro do povo Willame Anceles, beneficiar a cidade de Rosário, com o programa mais asfalto agradecendo o povo rosariense e  a Anceles pelo grande trabalho e pela grande votação que lhe deu vitória as eleições passadas. .A cidade de Rosário com 42.016 habitantes faz parte sim da Região Metropolitana de São Luis, como manda lei que teve votação na Assembleia Legislativa do Maranhão,  onde os deputados estaduais  por unanimidade aprovaram a lei complementar onde inclui Rosário, Bacabeira e Santa Rita a região metropolitana de São Luís, o autor da Lei foi o deputado Jota Pinto.

As cidades beneficiadas com programa mais asfalto da Região Metropolitana de São Luís, só foram a cidade de São Luís,São José Ribamar,Paço do Lumiar e Raposa, as cidades de Rosário, Bacabeira e Santa Rita ficaram de fora do programa mais asfalto de 80 milhões do governo.


    

Nenhum comentário:

Escola em Rosário fica sem aula por falta de pagamento de energia elétrica por parte da prefeitura..

Alunos estão 3 dias sen aulas e os pais querem uma solução rápida  Faz 3 dias que os alunos da Unidade Integrada José Maria Saldanha,...