sexta-feira, 15 de abril de 2016

Deputados apresentaram o desemprego como principal problema da gestão de Flávio Dino


Deputados Edilázio Júnior e Adriano Sarney
O programa do Partido Verde que vai ao ar neste fim de semana em rede estadual de rádio e televisão, e já está disponível na internet, é uma análise dos primeiros 15 meses do governo Flávio Dino (PCdoB). Desde a concepção do cenário, todo escuro, ao tom usado pelos deputados Adriano Sarney e Edilázio Júnior, passando pelo discurso adotado, as vinhetas servirão para reflexão da população – e do próprio governo – como fator de mudança de rumo.

Adriano Sarney questiona os resultados da “mudança que se implantou no Maranhão há mais de 1 ano”. E vaticina: “De lá para cá piorou a saúde, a economia e aumentou o desemprego. Ao invés de dar desculpas, é necessário buscar soluções”. E o próprio parlamentar aponta os caminhos.
“O governo tem que mostrar trabalho, cortar impostos, gerar emprego”, diz ele, citando portos, rodovias e ferrovias do Maranhão, capazes de atrair investimentos e fazer o estado voltar a crescer.
Edilázio Júnior também aponta o desemprego como consequência da mudança. Mas adota um tom ainda mais duro ao se referir ao governo como “perseguidor de servidores públicos, policiais, procuradores, servidores do Judiciário”.
Para o parlamentar, a crise no Maranhão é de gestão, nestes 15 meses. “Não temos estradas, a saúde piorou, a insegurança nos assola, o desemprego está presente em todas as famílias”, disse Edilázio.
Espera-se que a exortação do PV, tanto ao governo quanto à população, provoque efeitos positivos para o Maranhão.

Nenhum comentário:

Em Rosário, Posto de Saúde e estrada de Salva Terra abandonados pela gestão da Tia prefeita de Jonas Magno.

O povoado de Salva Terra está abandonado pela gestão Irlahi Moraes que está desesperada querendo botar o sobrinho no poder para continuar o ...