sexta-feira, 22 de abril de 2016

Lixão no bairro do Bequimão contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti

Lixão no bairro do Bequimão localizado na AV 1
São Luís-MA:Apesar do aumento no número de casos de dengue, zika e a febre chikungunya, o descarte de lixo de forma inadequada ainda é comum em vários pontos de São Luís. Mesmo com as diversas ações e campanhas de conscientização realizadas em níveis federal, estadual e municipal, a população continua adepta desse mau hábito, que contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Quem passa pela  Avenida 1, no bairro do Bequimão. Um terreno desocupado está sendo transformado em um lixão nessa, que é uma das principais vias do bairro. O local também tem servido de ponto de descarte de móveis e entulho, mas é a grande quantidade de pneus, vasos sanitários e pequenos depósitos que chama a atenção.

Os moradores da região e se dizem preocupado com a situação no geral e com a falta de consciência de quem continua jogando lixo no local. De acordo com eles, o lixão não é o único na comunidade. “Isso é um absurdo. Quem vai ser prejudicado com isso somos nós que moramos aqui”, afirmou os moradores.

Pequenos e grandes objetos jogados ao ar livre no lixão no  bairro do Bequimão em São Luís podem acumular água e servir de criadouros para o mosquito Aedes aegypti que é  transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya.

A prefeitura de São Luís também não vem cumprindo com a  limpeza no local que virou um lixão no bairro do Bequimão.

Nenhum comentário:

Prefeita Irlahi não mostrará para Bolsanaro em Agosto a estrutura do hospital SESP de Rosário

A prefeita de Rosário  Irlahi Moraes que não investe na saúde não terá coragem  de mostra as estruturas do hospital SESp para o president...