terça-feira, 10 de janeiro de 2023

Prefeitura de Rosário realizam ações no combate à malária

 


A prefeitura de Rosário e a Secretaria de Saúde (SEMUS), para manter o controle dos números de casos de malária, por meio da vigilância epidemiológica, vem desenvolvendo ao longo das últimas semanas, o trabalho de controle, monitoramento e apoio logístico, os casos notificados no município, além de realizar a investigação epidemiológica e as ações preconizadas para vigilância e controle efetivo da doença.

A SEMUS realiza também orientações técnicas e supervisões, por meio de visita a povoados com ocorrência de casos de Malária. Outra ação desenvolvida são as reuniões com o objetivo de avaliar a situação da doença no município e redirecionar as estratégias para melhorar as ações de vigilância e controle da malária.

A secretária de Saúde, Deborah Calvet, acompanha in loco, toda atuação das equipes em campo, que incluiu ainda borrifação manual de inseticida de efeito residual para controle de vetores. – Logo nos primeiros registros de casos suspeitos em um de nossos povoados, registrados por nossa equipe, desenvolvemos uma força focada para acompanhar e tratar os casos, além de orientar moradores sobre a transmissão e os riscos da doença – destaca a secretária.

A Malária – A malária é uma doença infecciosa aguda, causada por protozoários parasitas do gênero plasmodium. A transmissão ocorre por meio da picada da fêmea do mosquito do gênero Anopheles, que se infecta ao sugar o sangue de uma pessoa doente.

Os criadouros preferenciais do mosquito transmissor da malária são os igarapés, por suas características: água limpa, sombreada e parada. Se não for tratada, a malária pode evoluir rapidamente para a forma grave e levar a óbito.

Nenhum comentário:

Criança de três anos que foi atingida por coice de cavalo em Santa Rita, morre a caminho de hospital em São Luís

Uma criança de três anos, identificada por Kauê Mendes dos Santos, morreu nesta quinta-feira (20), após ser atingido por coice de um cavalo,...