quinta-feira, 14 de junho de 2012

Assassino de Décio Sá executou dois homens em Santa Inês em outubro de 2010

Identificado à época com o nome de Leandro da Silva Conceição, o principal acusado de ser o executor do jornalista e blogueiro Décio Leite de Sá, 42 anos, que foi preso já com a identidade de Jhonatan de Sousa Silva, é o responsável pelo assassinato de duas pessoas em Santa Inês, crime ocorrido no dia 12 de outubro de 2010, no Bairro Cotia Pelada. Ele executou com tiros na cabeça os homens Antônio Pereira Lima e Geraldo Araújo Pereira.

Releia a matéria abaixo que foi publicada na edição 549 do Jornal AGORA Santa Inês em outubro de 2010, sob a manchete “Homem mata dois na Cotia Pelada em Santa Inês na noite de terça-feira”.

A PRISÃO
Ao todo, sete pessoas foram presas na operação "Detonando" deflagrada, na manhã desta quarta-feira (13), pela polícia do Maranhão. Dois empresários do Pará, um da cidade de Santa Inês, no Maranhão, dois assessores do empresário de Santa Inês, um subcomandante do Choque da Polícia Militar e Jhonatan de Sousa Silva, que seria assassino de Décio Sá seriam as sete pessoas presas.

Os empresários do Pará seriam do ramo de fornecimento de merenda escolar, e o outro, de Santa Inês, seria do ramo de revenda de bebidas, dono da representação da Cerpa.. O subcomandante da Polícia Militar teria emprestado a arma que foi usada para matar o jornalista, segundo as primeiras informações.

Os outros presos são das cidades de Santa Inês, Zé Doca e São Luís, no Maranhão.

Na operação, estão sendo empregados doze delegados e setenta policiais civis e homens do GTA. Os presos serão apresentados na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão no início da tarde de hoje.

As vítimas são Antônio Pereira Lima e Geraldo Araújo Pereira. Foram mortos durante jogo de sinuca
Homem mata dois na Cotia Pelada em Santa Inês na noite de terça-feira
Antônio Pereira Lima e Geraldo Araújo Pereira foram assassinados com tiros na cabeça, na noite de terça-feira, (12), no bairro da Cotia Pelada em Santa Inês. O duplo homicídio foi praticado pelo paraense Leandro da Silva Conceição.

De acordo com a polícia, Leandro, em companhia de outras quatro pessoas, entre as quais, os também paraenses Denis Nascimento Alves e Cleilson Macena Sousa, além de Raimunda Catarina de Freitas e Ana Paula da Silva, estavam em um bar jogando sinuca. As vítimas estavam juntamente com o grupo se divertindo.

De repente, teve início a uma confusão generalizada, segundo informações repassadas a equipe de reportagem, a briga foi gerada por uma aposta feita na mesa de sinuca que não foi paga. Leandro foi até à residência onde estava hospedado e retornou ao bar armado com uma pistola calibre 380. Ele atirou contra a cabeça de Antônio Pereira e Geraldo Araújo, que morreram na hora.

Ana Paula da Silva chegou a esconder a arma utilizada no crime no banheiro do bar. O quinteto, ainda tentou fugir do local em um celta, mas foi cercado por policiais militares, que efetuaram a prisão. Eles foram conduzidos para a delegacia de Santa Inês, onde foram autuados em flagrante. Além da pistola, a polícia apreendeu carregadores de pistola e um silenciador.

Os enterros das vítimas ocorreram no final da tarde de ontem, quarta-feira, no Cemitério do São Benedito. Quando o cortejo passava em frente da delegacia, familiares e amigos das vítimas tentaram invadir a Regional com o intuito de resgatar os envolvidos nos assassinatos, acusados de causarem as mortes de Antônio e Geraldo. Eles conseguiram ainda quebrar a porta da frente mas foram contidos pelos policiais civis que estavam presentes no local. Polícia Militar esteve no local para reforçar a segurança, porém ninguém foi preso.

Nenhum comentário:

Em Rosário, Roubo das 530 doses de H1N1 da geladeira do Hospital SESP completa dois meses sem solução.

No município de Rosário o roubo  das 530 doses da vacina  influenza H1N1 da geladeira do sistema de frios do Hospital SESP durante a ca...