sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Auditoria aponta indícios de superfaturamento na saúde durante gestão de Ricardo Murad

Relatório preliminar realizado por auditoria da Secretaria de Estado da Transparência e Controle (STC) nos contratos assinados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES)  durante a gestão de Ricardo Murad no governo Roseana, mostram indícios fortes de contratos com até 30% de superfaturamento.

Segundo matéria do Jornal Pequeno publicada na edição impressa desta sexta-feira (20) , os valores dos contratos superfaturados estão entre 25% . Desde os primeiros dias de janeiro, auditores da STC se dedicam de forma minuciosa na análise dos contratos da Secretaria de Estado da Saúde, inclusive aos que se referem ao gerenciamento das unidades de saúde.

O Secretário Estadual de Saúde, Marcos Pacheco, informou que a comissão mista de auditoria pretende elaborar um relatório  minucioso dos custos relativos aos contratos firmados.

Nenhum comentário:

Prefeitura de Rosário anuncia novas medidas restritivas de prevenção à Covid-19

O prefeito de Rosário, Calvet Filho, anunciou novas medidas restritivas de proteção à vida, publicadas no Decreto nº 250 da edição de quinta...