segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Reestruturação financeira marca primeiro mês do governo Flávio Dino

Os primeiros 31 dias do Governo Flávio Dino foram marcados por amplas ações que traduzem a mudança de práticas na gestão pública. Medidas saneadoras e emergenciais em áreas como segurança, educação e saúde, foram aplicadas pelo governador para  reestruturar a administração pública, sucateada e com dívidas bilionárias   deixadas pela gestão anterior.
Logo nos primeiros dias de governo, Flávio Dino e a equipe de governo fizeram amplo esforço para sanear as finanças do Estado sem comprometer a folha de pagamento e a manutenção da máquina pública.
O Governo iniciou 2015 com uma dívida deixada pelo governo anterior, na ordem de R$ 1,3 bilhão, Flávio Dino honrou o pagamento de empresas e dos servidores, que receberam os vencimentos no sábado (31).
 Os valores deixados em caixa pela administração passada somaram apenas R$ 24 milhões, enquanto a dívida ultrapassava R$ 1 bilhão. Com este balanço financeiro a saída encontrada pelo governador foi a redução de 30% do orçamento de custeio, o que resultou em uma economia de mais de R$ 800 milhões.Com esta medida, o Governo do Estado criou condições para quitar o salário dos servidores.
 “Isso demonstra que o governo está comprometido com as causas dos servidores públicos”, comemorou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Maranhão, Cleinaldo Lopes, ao receber a notícia.
  Outro saldo positivo foi o pagamento das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs), responsáveis pela prestação de serviços nas unidades de saúde da rede estadual. O pagamento, atrasado pela administração anterior desde 15 de dezembro de 2014, beneficiou cerca de 11 mil servidores da saúde, das OSCIPs Bem Viver, IDAC e ICN.

Nenhum comentário:

Governo editará hoje decreto com restrições ao comércio e empresas

  De O Estado O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), concluiu ontem a terceira rodada de reuniões antes de definir novas regras e re...