quarta-feira, 3 de julho de 2024

Prefeita Fernanda Gonçalo causa transtornos aos funcionários concursados e não paga retroativo salarial dos professores de Bacabeira


A prefeita do Município de Bacabeira Fernanada Gonçalo, tem causado muitos transtornos aos funcionários concursados. Além de não pagar o valor retroativo salarial aos professores e insistir que estes não possuem esse direito, o que facilmente é contraposto pelo próprio PCCS da Educação. Agora traz um novo prejuízo à classe: ao acessar o seu CNIS pelo app do INSS, o funcionário tem se deparado com falta de repasse de informações sobre seus salários junto ao órgão. Isso provocará o não recebimento do benefício do PASEP aos motoristas , a.o.s.d's, agentes administrativos e porteiros concursados. Mais uma vez a prefeita desrespeita o direito do servidor.

Se ela continuar nessa vibe funcionários de Bacabeira jamais se aposentarão.

" Os funcionários do quarto administrativo da prefeitura de Bacabeira, provavelmente não receberão o PASEP de 2023, por falta de informações da Gestão de Bacabeira aos E-social " denunciam os funcionários de Bacabeira. 




Um  fato que o Ministério Público Federal (MPF), tem que investigar é que a prefeita Fernanda Gonçalo, não vem pagando retroativo do Magistério de Bacabeira .

Os professores também denunciam que a gestora de Bacabeira, que muito professores quererem saber quando vão se aposentar-se  sem que a prefeita efetue o repasse de seu INSS. 

A Prefeita Fernanda Gonçalo vem cometendo o crime de improbidade Administrativa, segundo os professores alegando que ela recolhe e não repassar o recurso Federal. 

" Não é novidade pra ninguém que a prefeita de Bacabeira tem aversão a concursado. Ela diz que funcionário da educação gosta de Justiça. Ouvir isso de uma gestora que jamais sentou-se com a categoria pra conversar é até cômico. Se ela não alinha nada com a Instituição e quem ela determina que o faça não tem autonomia, o que resta ao servidor?! Quem trabalha quer receber prefeita! Aliás, seu salários estão em dias?! Sim?!? Pois você deve ao professor e finge não saber! Só queremos o que é direito nosso, nada além disso! Você foi eleita pra gerir recursos, não para recolher, não repassar e ainda não obedecer a piso salarial instituído pelo Governo Federal! Respeite o professor!" destaca  a Sismurd que é SINDICATO INTERMUNICIPAL DOS SERVIDORES PUBLICOS MUNICIPAIS  DE ROSÁRIO,BACABEIRAM E PRESIDENTE JUSCELINO.

O Ministério Público Federal tem que investigar o porque do não pagamento do funcionários concursados e o pagamento do retroativo salarial dos professores, e se a prefeita Fernanda Gonçalo,  vai usar o recurso Federal para campanha da pré-candidata a prefeita Naila Gonçalo, que é sobrinha do prefeito de Santa Rita Hilton Gonçalo. 

Até o momento a prefeitura de Bacabeira não respondeu ao blog, sobre os transtornos causado aos  funcionários concursados e o não pagamento do retroativo salarial dos professores. 

Um comentário:

Paulette Dukes disse...

A administração da prefeita Fernanda Gonçalo tem enfrentado críticas e gerado transtornos entre os funcionários concursados e professores de Bacabeira devido ao não pagamento do retroativo salarial.

DataIlha aponta vitória de Braide no primeiro turno em São Luís

O Instituto DataIlha, divulgou, nesta segunda-feira (22), pesquisa eleitoral na disputa pela Prefeitura de São Luís. O detalhe foi a inclusã...