quarta-feira, 14 de março de 2018

Procuradoria investiga possível crime eleitoral de secretários de Flávio Dino

Auxiliares Márcio Jerry, Neto Evangelista, Márcio Honaiser, Adelmo Soares e Marcelo Tavares são suspeitos utilizar a estrutura dos Leões para cooptar prefeitos e lideranças

O procurador regional eleitoral com atuação no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco, abriu procedimento para investigar se o governo Flávio Dino (PCdoB) está usando sua estrutura administrativa para angariar apoio político para as eleições de 2018.
O caso foi denunciado à Justiça Eleitoral em fevereiro, pelo presidente estadual do Partido Republicano Progressista (PRP), ex-vereador Severino Sales. Ele protocolou na Procuradoria Regional Eleitoral, notícia de fato solicitando providências acerca das denúncias, de diversos deputados estaduais, de que auxiliares do governo estão usando a estrutura do o Executivo para angariar apoio político no interior do Estado.
Os relatos dos parlamentares atingem diretamente o secretário de Estado da Agricultura, Márcio Honaiser (PDT), e o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares (PCdoB), ambos pré-candidatos a deputado estadual. Mas o pedido de providências do PRP cita, ainda, os secretários Márcio Jerry (PCdoB), da Comunicação e Assuntos Políticos; Marcelo Tavares (PSB), da Casa Civil; e Neto Evangelista (PSDB), do Desenvolvimento Social.

Nenhum comentário:

Deputado Wellington contesta informação a respeito de viatura

Na manhã desta quarta-feira (22), o deputado Wellington do Curso (PSDB) contestou documento oficial enviado pelo Governo do Estado à Asse...