sexta-feira, 23 de março de 2012

Primeiros equipamentos para a Refinaria Premium I serão comprados este ano

O gerente-geral da Refinaria Premium I, Fernando Martinez, informou que ainda este ano a Petrobras encomendará a compra dos primeiros equipamentos para montagem do empreendimento, o maior na área de refino no Brasil e a quinta no mundo. O empreendimento, orçado em R$ 40 bilhões, terá capacidade para processar 600 mil barris/dia de petróleo, volume equivalente hoje a um terço da produção nacional.
 
Segundo Fernando Martinez, o cronograma de instalação da refinaria em Bacabeira, município distante 60 km de São Luís, está seguindo normalmente, dentro do planejado, embora tenha havido desmobilização de mão de obra por conta do período chuvoso.
 
A partir de julho, quando as chuvas cessarem, as obras de terraplenagem, que estão sendo executadas pelo consórcio formado pelas empresas Galvão, Serveng e Fidens (GSF), serão retomadas, devendo ser concluídas em dezembro deste ano. O contrato do serviço, que também inclui supressão vegetal (etapa já realizada), iniciado em julho de 2010, equivale a R$ 650 milhões. "A partir da retomada dos serviços de terraplenagem, o canteiro de obras da refinaria deve reunir entre 3,5 mil e 4 mil trabalhadores", disse Fernando Martinez.
 
As obras de construção civil e montagem eletromecânica do empreendimento devem ser iniciadas em 2013. Para atender a demanda por mão de obra na área de construção civil, a Petrobras fechou convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e já iniciou a qualificação de 600 pessoas residentes em Bacabeira (200), Santa Rita (200) e Rosário (200).
 
Pelo cronograma da Petrobras, a refinaria entra em operação numa primeira fase em 2016, com capacidade para processar 300 mil barris/dia de petróleo. Volume que dobrará em 2019, na segunda etapa do empreendimento.
 
Quando chegar a essa capacidade de 600 mil barris/dia, a Refinaria Premium I será a maior do país. Hoje, a Replan, instalada em São Paulo, entre as plantas de refino da Petrobras, é a de maior capacidade no Brasil, com 365 mil barris/dia.
 
A Premium I irá produzir derivados de petróleo de alta qualidade, como óleo diesel, querosene de aviação, nafta, gás liquefeito de petróleo (GLP), coque e bunker. Boa parte da produção será exportada para os Estados Unidos e Europa.
 
Mais
 
- R$ 40 bilhões é o valor do empreendimento.
 
- A Refinaria Premium I vai refinar um terço de todo o petróleo nacional. Terá capacidade de processar 600 barris/dia de petróleo.
 
- A unidade será a maior do Brasil e a quinta no mundo; 132 mil empregos diretos e indiretos serão gerados pela refinaria

Nenhum comentário:

SESI-MA desvaloriza a Cultura de Rosário, durante inauguração de unidade no Município

  Nesta quarta-feira, dia 10 de abril, às 16 horas, durante a  inauguração do Serviço Social da Indústria ( SESI-MA ),   do Centro de Atendi...