terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Vereador Joãozinho Freitas participa de homenagem para agentes Penitenciários aprovados em concurso de 1989

Vereador Joãozinho Freitas  ao lado de Cezar Bombeiro  e de autoridades 
O vereador de São Luís  Joãozinho Freitas (PTB), participou nesta sexta-feira (15), da sessão solene em comemoração aos 30 anos da primeira turma de Agentes  Penitenciários concursados do Estado Maranhão aprovados  em 1989.

Na solenidade teve a entrega de placas aos agentes penitenciários homenageados entre eles João Bispo Serejo, Orisvaldo Silva, Venância Martins Albuquerque, Liana Mara Furtado Gomes e Jocerlan Amorim França.

 "  Como um representante também desta área na casa legislativa municipal, não poderia deixar de está presente a esta justa homenagem ", registrou o vereador Joãozinho Freitas em seu discurso na tribuna.

Estiveram presentes na solenidade o ex-secretário de Segurança Pública e ex-deputado estadual Raimundo Cutrim, o advogado e ex-secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sérgio Tamer, o gestor de Segurança Penitenciária, Ricardo Delmar Carneiro, o presidente do Sindspem, Márcio de Deus, o major Raimundo Alves Barbosa, da Academia de Polícia Gonçalves Dias e o presidente do Sintsep, Cleinaldo Bil Lopes.

Sobre a profissão
No Maranhão data da década de 80 o primeiro concurso para o cargo de agente prisional, o qual posteriormente passou a ser denominado agente penitenciário (nível fundamental) e inspetor penitenciário (nível médio). Este último está em processo de extinção e atualmente é igualado ao primeiro na prática.
Em 2014 foi realizado o primeiro concurso para agente penitenciário com exigência de nível superior em qualquer área de graduação. Em 2016 houve outro concurso também nível superior, sendo considerado o mais concorrido da história do sistema penitenciário do Maranhão.
Com a lei federal 12.993/14 em vigor, todos os agentes efetivos receberam uma pistola PT 840 acautelada do governo do Estado. No ano de 2017 a nomenclatura do cargo foi novamente alterada Para agente estadual de execução penal. a lei nº 10.738 de 12 de dezembro de 2017 consolidou a guarda prisional do Maranhão, a qual é composta pelo Agente e também pelo auxiliar de segurança penitenciário.
Portanto, hoje no sistema penitenciário do Maranhão existe o Agente estadual de execução penal e o auxiliar de segurança penitenciário.
Ao agente compete fazer a segurança armada interna e externa da unidade prisional, realizar escoltas de presos, dirigir veículo oficial /viatura, coordenar a equipe de auxiliares, dirigir unidades prisionais e demais atividades que envolvam armas de fogo e chefia. Já aos auxiliares cabe abrir e fechar celas com a supervisão do agente, abrir e fechar cadeados, revistar presos e visitantes, algemar presos, revistar celas e veículos, acompanhar agentes em escoltas e demais atividades que não envolvam armas de fogo.

Nenhum comentário:

Avança ação no TRE-MA, que pede a cassação do mandato do deputado estadual Duarte Júnior

Na dia 30 deste mês acontecerá os depoimentos das testemunhas arroladas no processo de que pode culminar com a cassação do deputado estad...