sábado, 23 de maio de 2015

A CPI da Saúde em Rosário vai punir os culpados ou acabar em pizza?

Um relatório mostrando as principais irregularidades na unidade hospitalar foi produzido, após a inspeção dos parlamentares. Foi a partir deste documento que a Câmara resolveu instalar a CPI para investigar as denúncias. Criada em fevereiro deste ano, a CPI tem prazo de 90 dias para concluir a sua missão. A contagem do tempo começou na última terça-feira (19), quando a CPI foi instalada depois da publicação do decreto legislativo. A previsão é que o relatório final da comissão seja entregue no dia 31 de agosto, quando termina o prazo das investigações.

CPI JÁ AFASTOU PREFEITA

Essa não é a primeira vez que a Câmara de Rosário criou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a prefeita Irlahi Linhares. Em julho de 2013, a denúncia de um contrato da Prefeitura rosariense com o posto de combustível do pai da prefeita foi um dos motivos que levaram a Casa de Leis a instalar uma comissão que resultou no afastamento da chefe do executivo municipal.
Na época, o requerimento, proposto pelo vereador Sandro Marinho (PSD), foi aprovado no plenário e contou com as assinaturas de outros quatro parlamentares.

A prefeita Irlahi Linhares (PMDB) retornou no dia seguinte, calçada em liminar judicial assinada pela juíza Rosângela Prazeres, da Comarca de Rosário.

Para a magistrada, a votação no Legislativo – que culminou com o afastamento da peemedebista por 90 dias – foi feita sem que se desse à prefeita o direito de defesa.

“A votação foi realizada sem que a requerente exercesse seu direito constitucional de defesa”, despachou.

A peemedista foi processada no Legislativo depois de contratar a empresa Moraes e Linhares Ltda, de propriedade do pai dela, para fornecer combustíveis e derivados para todas as secretarias do Município. O contrato é de R$ 919.450,00.


O povo de Rosário quer saber se os membros do legislativo municipal de Rosário vão apurar as irregularidades na Saúde de Rosário  ou  se tudo vai mesmo acabar em pizza. 

A saúde de Rosário está um verdadeiro caos não tem médico para fazer partos e para  atender a população um caso de omissão por parte da prefeitura de Rosário que continua negando atentimento para o povo de Rosário.

Por Isaias Rocha e blog do Anônimo.de Rosário e Carlos Martins







Nenhum comentário:

Câmara outorga título de cidadão ao coronel Alexandre Francisco dos Santos

A Câmara Municipal de São Luís, em sessão solene realizada na tarde desta terça-feira (19), outorgou o título de cidadão ludovicense ao c...