sábado, 2 de maio de 2015

Nadadora medalhista no Pan morre após ser atropelada no Rio de Janeiro

Ex-nadadora da seleção brasileira e medalhista no Pan-Americano de 2011,Sarah Correa teve morte cerebral confirmada neste sábado. Ela foi atropelada na Zona Oeste do Rio de Janeiro na tarde de sexta-feira e foi internada em estado gravíssimo no hospital Miguel Couto, mas não resistiu aos graves ferimentos na cabeça. A família já concordou em desligar os aparelhos da jovem de 22 anos.
Com passagens por Marina Barra Clube, Minas Tênis Clube, Unisanta, Flamengo e Fluminense, Sarah havia se aposentado da natação na metade de 2014 para se dedicar a trabalhos como modelo.
O auge da carreira como atleta aconteceu em Guadalajara, no México. Sarah ajudou o time brasileiro a conquistar a medalha de prata no revezamento 4x200m livre do Pan-2011. Através das redes sociais, a mãe da ex-nadadora se despediu.
"Minha vida esses tres dias que tiramos para conversar valeram uma vida. minha eterna campeã. mamãe te Ama; Descanse em paz", escreveu Maria Fatima Alves Gonçalves no Facebook.
A mãe também prestou homenagens a Sarah. Os desabafos de Maria Fatima geraram comoção na internet.
"Uma corte de anjos está te esperando para sentar ao lado de Deus. Obrigada por ter me escolhido para ser sua mãe por 22 belos e inesquecíveis anos. Adeus, forzinha, uma parte de mim vai ser enterrada com você. Meu raio de sol, descanse em paz".
De acordo com Maria Fatima, o motorista responsável pelo atropelamento de Sarah estava embriagado. Ele não prestou atendimento a vítima e fugiu do local.

Do Uol 

Nenhum comentário:

Avança ação no TRE-MA, que pede a cassação do mandato do deputado estadual Duarte Júnior

Na dia 30 deste mês acontecerá os depoimentos das testemunhas arroladas no processo de que pode culminar com a cassação do deputado estad...