sexta-feira, 10 de junho de 2016

Pré-candidatos a prefeito em lista de gestores com contas rejeitadas pelo TCU

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Aroldo Cedraz, entregou ontem ao presidente do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, a lista de gestores com contas julgadas irregulares.
A lista inclui políticos pré-candidatos a prefeito de municípios maranhenses, que cometerem irregularidades tidas pelo tribunal como insanáveis. O TSE, após análise do documento, poderá classificar os pré-candidatos inseridos na lista, como inelegíveis para o pleito deste ano.
Dentre os políticos maranhenses, por exemplo, há o ex-prefeito Ildon Marques (PSB), da cidade de Imperatriz.
Ildon lidera pesquisa de intenções de votos do Instituto Escutec, realizada entre os dias 20 e 22 de maio, divulgada no mês passado e registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo MA-0086/2016.
No levantamento, o ex-prefeito aparece na primeira colocação, com certa vantagem sobre os demais pré-candidatos da cidade de Imperatriz: delegado Assis Ramos (PMDB); Rosangela Curado (PDT); deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB); Davizinho (PR); Pastor Porto (PPS); Daniel Souza e Rosi Vicentine.
Nas eleições de 2014, contudo, ano em que Ildon – então candidato a deputado federal –, já figurava na lista do TCU e do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o TSE manteve válido o registro de candidatura do ex-prefeito, eleito primeiro suplente da coligação “Por um Maranhão mais forte”.
Naquele pleito o ex-prefeito obteve 31.370 votos que, se anulados, provocaria a queda do deputado federal eleito Júnior Marreca (PEN). A decisão que validou os votos de Ildon Marques foi do ministro Henrique Neves.
Se o entendimento for mantido pelo TSE, Ildon Marques poderá candidatar-se a prefeito nas eleições deste ano.
Mais nomes – Outros políticos maranhenses – alguns destes pré-candidatos -, na lista do TCU, são do também ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes, do ex-prefeito de Bacabal, Zé Vieira e do ex-prefeito de Chapadinha, Isaías Fortes.
A ex-deputada estadual Cleide Coutinho (PSB) também figura na lista do tribunal; bem como o ex-deputado e ex-prefeito José Juscelino dos Santos Rezende; o ex-prefeito de Raposa, José Laci de Oliveira; José Reinaldo Calvet, ex-prefeito de Bacabeira; Rubens Pereira, ex-prefeito da cidade de Matões e pai do deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Sálvio Jesus de Castro e Costa, ex-prefeito de João Lisboa e pai do governador Flávio Dino, também estão na lista do Tribunal de Contas da União.
Mais
A lista do Tribunal de Contas da União foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral, que decidirá sobre a inelegibilidade dos nomes citados do documento.

Nenhum comentário:

Moradores denunciam descaso da Travessa Bom Jesus na Malvinas.

Os moradores da Travessa Bom Jesus no Bairro da Malvinas em Rosário, estão vivendo um drama de anos de descaso que a comunidade vive que ...