sábado, 3 de outubro de 2020

ELEIÇÕES 2020: Veja os principais nomes para a Câmara Municipal de São Luís


O cenário foi traçado baseado na movimentação de campanhas nas ruas e redes sociais nestes primeiros dias e pela natural força partidária dos candidatos, todo suporte partidário e das coligações a cada candidato, também tendo como base o atual contexto político.

Neste panorama os partidos que têm condições de eleger maior número de vereadores são: Podemos, PCdoB, PDT e DEM. 
Confira abaixo a lista dos principais nomes na disputa a uma cadeira na Câmara Municipal de São Luís, lembrando que são 31 vagas a serem ocupadas.
Podemos – 39 candidatos - Partido que briga para ter muitos representantes na Câmara. Vamos aos nomes dados como quase certos a reeleição, Professor Sá Marques, atual vereador, manteve as bases políticas, fez um excelente mandato e tem bom trâmite em várias classes, como de professores, bem como a classe estudantil, policiais e advogados, assim como em todo o meio jurídico. É sem dúvida o principal nome do partido no legislativo municipal e na corrida eleitoral!
Octávio Soeiro também ao que tudo indica deve ser eleito, filho da vereadora Bárbara Soeiro que luta para conseguir emplacar o filho na Câmara, Octávio tem demonstrado uma campanha boa nas redes sociais. 
Vale ressaltar que é o Podemos, é partido de Eduardo Braide, candidato a prefeito de São Luís, que lidera todas as pesquisas já realizadas de intenção de votos.
Chaguinhas e Marcial Lima, ao que tudo indica brigam por uma vaga, segundo conversas nos bastidores da política. Mas podem ser surpreendidos por outros nomes bem cotados como Kátia Lobão, Domingos Paz, Barbosa Lages e Priscila Selares. A sigla pode chegar a fazer de 5 a 6 vereadores.
PCdoB – 33 candidatos – A sigla traz nomes fortes, como os já vereadores Astro de Ogum, Concita Pinto, Fátima Araújo e Marcelo Poeta. Aliados a esse quarteto, somam-se nomes como Isaías Rodoviário, Júlio Pinheiro, Rommeo Amim, Paulo Victor (suplente de vereador) e Professor Lisboa (ex-vereador). Como o partido deve eleger de 4 a 5 vereadores, nomes citados acima não vão compor o quadro de parlamentares na próximo legislatura.
PDT – 23 candidatos – No partido a briga também promete ser boa e acirrada. Assim como no PCdoB são vários nomes fortes, tais como o atual presidente da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho. Outros nomes de muita força política e que devem garantir a reeleição são Ivaldo Rodrigues e Raimundo Penha. Há ainda a situação de Wennder Rocha, nome muito forte e muito comentado nos bastidores da política. Para muitos analistas com quem o blog tem dialogado, é dada como certa a sua eleição. Nato Júnior e Pavão Filho, atualmente vereadores e Fábio Câmara (ex-vereador), devem brigar por uma última vaga.
Democratas – 36 candidatos – A legenda apresenta nomes fortes na disputa, entre os principais estão os atuais vereadores Estevão Aragão, que pela sua postura de oposição na Câmara tem boas chances de reeleição, principalmente aquele eleitorado que não aprova a gestão Edivaldo Holanda Júnior e é uma boa parcela da população na capital. Outros vereadores devem enfrentar dificuldade na reeleição, ou pelo péssimo a regular desempenho nos últimos quatro anos ou pela perda de apoios políticos e comunitários, são os casos de Edson Gaguinho, Marquinhos, Ricardo Diniz, Josué Pinheiro. Outros nomes do partido podem ser lembrados na urna, casos de Armando Costa e o Delegado Joviano Furtado.
Avante – 43 candidatos – Beto Castro, atual vereador aparece como o nome mais forte, correndo por fora tem Alan Kardek.
Cidadania – 25 candidatos – Sem a certeza de eleger alguém da legenda, um nome que chama a atenção é da ex-vereadora Rose Sales.
DC – 27 candidatos – Também sem grande nomes, tem como principal candidato o suplente de vereador Osvaldo Muller, como teve uma razoável votação na eleição passada pode ser que belisque uma vaga.
MDB – 16 candidatos - Destaque total para André Campos que tem grandes chances de ocupar uma cadeira no legislativo municipal.
PP – 38 candidatos – Assim como no MDB apenas um nome chama a atenção Didi do PP, não é certo sua eleição e o partido pode ficar sem representante na Câmara.
Patriota – 47 candidatos – Uma incógnita apontar a eleição de alguém. Alguns políticos chamam a atenção casos de Vieira Lima, Batista Matos e Alencar Gomes, todos ex-vereadores, mas que não se sabe como estão atualmente em relação ao poder de mobilização do eleitorado. Tem ainda Cabo Campos, ex-deputado estadual, que sequer conseguiu se reeleger, teve uma votação muito ruim na última eleição e se envolveu em problemas familiares que o enfraqueceram politicamente.
PL – 43 candidatos – Alguns nomes conhecidos do eleitorado ludovicense, mas difícil cravar nome certo para vitória nas urnas na eleição deste ano. Aníbal Lins, Melk, Edimar Gomes, Foca, Franco Monte, seriam algumas opções. Um nome de destaque é o de  Aldir Júnior, vereador de mandato e que pelo poder financeiro não deve ter dificuldades em se reeleger.  Aldir Júnior é nada mais nada menos sobrinho do todo poderoso Josimar de Maranhãozinho.
PMN – 41 candidatos – Assim como o PL alguns nomes que podem alcançar êxito na eleição, destaque para Elisabeth Castelo Branco, Joabson Júnior, Coronel Ivaldo, Dr. Joel e Asain Kaid.
PRTB – 43 candidatos – Destaques: Umbelino Júnior e Jairzinho Filho devem brigar por uma vaga ou o partido ficará sem representação.
PSB – 38 candidatos – Destaques: Rafael Silva e Marlon Botão; brigariam por uma vaga, dependendo ainda do coeficiente de votos.
PSC – 41 candidatos – Destaques: Dr Gutemberg, nome forte para garantir a reeleição, vereador de vários mandatos e sempre muito lembrado pelos eleitores da capital pelos bons mandatos exercidos, é dada como certa sua reeleição. Correm por fora para talvez aparecer com uma segunda vaga; Marlon Garcia e Ciro Nolasco.
PSD – 23 candidatos – Partido tem condição de fazer de um a dois nomes, estão na briga Cézar Bombeiro, Ubaldo Bus, Natássia Weba, Karla Sarney e Carioca do Povo.
PSDB – 29 candidatos – Apesar da força do partido, sigla não tem nomes de grande expressão, Chico Viana pode surpreender.
PSL – 51 candidatos – Por ter sido uma sigla que cresceu muito da última eleição pra cá, tem condição de se manter com representantes na Câmara, já têm dois Chico Carvalho e Pereirinha. Correm por fora Sebastião Albuquerque e Dr. Cosmo. Vale ressaltar que a situação nacional é bem mais favorável que a local, em São Luís o partido ainda não atingiu a representatividade e militância se comparado a outros estados. Partido não deve fazer mais de dois e ainda corre o risco de ficar apenas com um, vai depender também do coeficiente de votos.
PT – 26 candidatos – Assim como o PSL tem grande representatividade nacional, mas em São Luís a situação é bem diferente do restante de outras cidades. A sigla perdeu Honorato Fernandes, vereador, que agora é vice de Rubens Jr. (PCdoB). Postulantes a subsituí-lo estão Creuzamar e Cricelle, mas pode ser que o partido não conte com nenhum representante na Câmara, vai depender da quantidade de votos alcançados.
PTB – 41 candidatos – O partido deve eleger um vereador, brigam pela vaga; Joãozinho Freitas, atual suplente de vereador, Pinto Itamaraty, ex-vereador, mas que está fora do cenário político há alguns anos, é do movimento reggae, mas existem outros candidatos dentro da mesma linha. Há ainda o jornalista Samartony Martins, para muitos tido hoje como principal nome dentro do partido, alguém que possa de fato surpreender, tem uma carreira consolidada no jornalismo local e é atuante também no setor cultural, um dos principais em São Luís. Correm por fora Pé no Chão e Roberth Feitosa.
PTC – 34 candidatos – Assim como o PTB, deve brigar para ocupar uma única cadeira na Câmara, o mais provável é que seja Antônio Garcez, atual vereador, ou pode ficar sem representatividade.
Republicanos – 29 candidatos - Difícil cravar um nome como certo para sair vitorioso das urnas, mas o partido pode fazer de um a dois nomes. Apesar de já ter um representante na Casa, Genival Alves, que fez um mandato considerado de regular a fraco, tenta a reeleição, mas pode ser surpreendido por Victor Duarte.
PV – 40 candidatos – Apesar da desistência da candidatura a prefeito de Adriano Sarney, tem excelentes nomes que certamente serão bem votados. Destaque para Antonio Noberto, o policial rodoviário federal, está muito bem articulado e tem obtido bom retorno por parte do eleitorado local em suas atividades de campanha, tem ainda um bom trâmite na mídia local e faz um bom trabalho nas redes sociais. O seu bom comportamento pessoal e profissional também o qualifica para ocupar uma cadeira no legislativo municipal. Certamente o partido elege um vereador! Uma possível segunda vaga poderia ser ocupada por Sebastião Santos, Juninho Luang, Jean Marry ou Adilson Serra.
Solidariedade – 32 candidatos - Destaques: Afonso Manoel, apesar de ter feito um mandato apagado, se o partido eleger um representante ainda é o nome de maior força.
Os demais partidos se elegerem algum representante aparece como surpresa. Vale destacar a grande quantidade na concorrência então pode ser que aconteça.
Rede – 19 candidatos
Partido Novo – 9 candidatos
Pros – 4 candidatos 
PSOL – 14 candidatos
PSTU – 6 candidatos

Nenhum comentário:

Em Rosário: Auxiliar Administrativo da prefeitura e blogueiro de Irlahi ataca grupo de Calvet Filho e o apresentador de live Jackson Santos

Blogueiro tenta calar o Direito de Jackson Santos de se expressar . O blogueiro e Auxiliar Administrativo da prefeitura Suerle Mourão do SM ...