quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Deputado Sousa Neto denuncia "sequestro" de tomógrafo do Hospital de Santa Inês

O deputado oposicionista Sousa Neto (PTN) denunciou ontem, em seu perfil em rede social, a transferência de um tomógrafo do Hospital Macrorregional de Santa Inês para a cidade de Caxias. A operação foi realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) sob a determinação do Governo do Estado.
Deputado Estadual Sousa Neto PTN foi até o local e registrou imagens do aparelho sendo reparado para a transferência à cidade de Caxias;

O aparelho, de última geração, utilizado na realização de exames de imagens de elevada complexidade, foi adquirido por meio do Programa Saúde é Vida, idealizado pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e coordenado pelo ex-secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB).
O dispositivo foi comprado para servir a pacientes de Santa Inês e municípios vizinhos. O Governo do Estado, contudo, optou por desloca-lo à cidade administrada pelo prefeito Léo Coutinho (PDT), sobrinho do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), ambos aliados do governador Flávio Dino (PCdoB).
Sousa Neto postou fotos do início da manobra, que contou com técnicos e um caminhão equipado com guincho.
“Nesse exato momento, o governador Flavio Dino, por meio de sua equipe técnica da Secretaria de Saúde, mandou tirar o tomógrafo do Hospital Macrorregional de Santa Inês para levar para Caxias”, escreveu na rede social.
O parlamentar lembrou que já havia alertado, no início do ano, a intenção do Governo de transferir o aparelho para outra cidade.
“Denunciei em abril que o tomógrafo iria ser retirado [do hospital de Santa Inês] antes da sua inauguração. E de nada adiantou. A perseguição do governador comigo chegou ao limite. Santa Inês de nada vale para este governador. E atinge pessoas inocentes e que precisam de uma saúde digna. O tomógrafo já está dentro de um container para ser levado pelo caminhão. Um absurdo. O Hospital Macro de Caxias não está preparado para funcionar. Está mais atrasado que o de Santa Inês. Com certeza deve querer entregar para o município, o que inclusive não é permitido”, completou.
Não recuou – Duas horas depois de denunciar o “sequestro” do tomógrafo de Santa Inês, o deputado Sousa Neto afirmou que o Governo havia recuado, e desistido de deslocar o dispositivo para outra cidade. O Governo do Estado, no entanto, negou.
Por meio de nota a SES confirmou a transferência. “A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, como a obra do Hospital Regional de Caxias está com andamento quase concluído, com previsão de inauguração em até 60 dias, o tomógrafo do Hospital Regional de Santa Inês foi deslocado para Caxias. A SES reitera que o Hospital Regional de Santa Inês será inaugurado até março de 2016, com todos os equipamentos de alta complexidade, inclusive com tomógrafo”, destacou a nota.
Sousa lamentou: “O hospital de Caxias encontra-se com as obras atrasadas, enquanto o hospital de Santa Inês está praticamente pronto, faltando apenas equipar e contratar os funcionários. Não inaugura porque não quer. Por pura vingança [...]. Aviso ao governador. Não vamos deixar tirarem o tomógrafo de dentro do hospital. Respeitem a população de Santa Inês”, disse.
Infelizmente não há espaço para Santa Inês no governo Flávio Dino"Sousa Neto, deputado estadual pelo PTN


Do O Estado

Nenhum comentário:

Vídeo: Gestão Calvet Filho, obra de Reforma do Hospital Municipal a todo vapor em Rosário

  As obras do Hospital Municipal de Rosário, estão a todo vapor. A unidade está recebendo uma reforma geral, além disso, após conclusão da o...