segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Em Rosário: Juíza autoriza o casal de empresários demolir o muro da praça da prefeitura , após prefeita Irlahi não cumprir ordem judicial.

A prefeitura de Rosário foi intimada por várias vezes mais não cumpriu as ordens judicias para demolir  o muro da praça da prefeitura
A prefeita de Rosário Irlahi Moraes,   tanto que perseguiu o casal  de empresários  Lidiane Oliveira e Antonio Corrêa, donos da sorveteria em frente a praça da prefeitura,  onde as maldades da gestora  e as irregularidades que  a prefeita Irlahi, cometeu onde  mandou fazer um muro em frente o negocio dos empresários para prejudica-los  e  cometendo várias  de suas maldades que caíram  por terra nesta segunda-feira (25), a justiça  deu a vitória temporária, para o casal de empresários rosarienses e intimou a prefeitura de Rosário, por uma liminar provisória com urgência a respeitar  a ordem judicial e  demolir a parte   do muro que atrapalha o  empreendimento dos empresários que estavam sendo perseguidos pela prefeita .A prefeitura de Rosário poderá recorrer na justiça.
A Juíza decretou aos empresários para derrubar o muro e tudo que os empresários gastarem  será incluído no processo contra prefeitura de Rosário, que foi  intimada  onde a prefeita Irlahi não obedeceu a ordem judicial .  



A juíza  Karine Lopes, ordenou a demolição da parte  muro da Praça  da prefeitura de Rosário, onde a prefeitura de Rosário, foi intimada a derrubar pela justiça por diversas vezes, mais a prefeita Irlahi, não respeitava a ordem judicial, em 4 de Setembro de 2017, a gestora  foi intimada às 11Hrs40 minutos da manhã com prazo de 48 horas  para demolir  o muro da praça, sobre multa de 5 mil reais, se  a gestora desse continuidade no muro a multa iria ser de  10 mil reais, a prefeita Irlahi  recebeu outra notificação mais não a  respeitou a ordem judicial  e mandou pintar o muro por maldade. 

Em Rosário pura maldade: Empresária é perseguida pela prefeita Irlahi 

Ao perseguir o casal de empresários, prefeita Irlahi está cometendo ato de Improbidade Administrativa por desvio de finalidade 

A multa  que a prefeita Irlahi, vai pagar a justiça onde não respeitou as ordens judiciais que foram várias  para demolir parte  do  muro da praça da prefeitura, que atrapalhava o negocio de pessoas honestas que estavam trabalhando para sustentar suas famílias, onde a maldade da prefeita Irlahi , vai custar do cofre público municipal,  o valor de 100 mil reais, onde a prefeita Irlahi, que vai pagar com dinheiro publico e não com o dela,  que poderia ser usado na saúde  da cidade de Rosário, onde o hospital SESP, não tem nenhum medicamento.  Ao invés da prefeita Irlahi,  gera empregos com o concurso público Municipal, a gestora fica é perseguindo  as pessoas honestas e torando dinheiro publico errado, onde  os 13 vereadores de Rosário estão de braços cruzados e  não fiscalização esses gasto público investido  errado.




Nenhum comentário:

TCE aponta falta de transparência no governo de Fernanda Gonçalo

Na contramão do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e Lei da Transparência, a gestão da prefeita Fernanda Gonçalo está c...