sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Membro do PCdoB, camarada de Flávio Dino já recebeu quase meio milhão do governo

O comunista Jean Carlos Oliveira, proprietário de um imóvel situado no bairro da Aurora e que ganhou notoriedade no escândalo nacional conhecido como “aluguel camarada”, já faturou mais de R$ 350 mil no Governo Flávio Dino (PCdoB).
O imóvel de Jean Carlos foi alugado em 2015 pelo Governo para a instalação de um anexo da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac). O prédio só passou a ser utilizado, contudo, em janeiro do ano passado, depois de pagas 17 parcelas.
O mesmo prédio já havia sido utilizado em 2014 como comitê de campanha. Lá eram realizadas reuniões político-partidárias e distribuídos materiais de campanha do partido, que elegeu Flávio Dino governador.
O comunista também conseguiu ser contratado pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap). Só foi desligado do cargo no ano passado, após O Estado revelar o vínculo.
Ao todo, Jean Carlos Oliveira faturou R$ 357.569,36 somente com o aluguel do imóvel de sua propriedade.
Em 2015 foram pagos ao comunista, segundo o Portal da Transparência, R$ 72 mil. Já em 2016, Jean Carlos recebeu dos cofres públicos o montante de R$ 144 mil. No ano passado, segundo dados do próprio Executivo, ele faturou mais R$ 141.569,36.
Isso sem contar com as reformas no imóvel que foram pagas com dinheiro do contribuinte.
No ano passado, quando surgiu o escândalo, o secretário de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos, Marcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, afirmou que o fato de o Governo ter alugado o prédio que serviu de comitê de campanha do partido em 2014, e que pertence a um membro da legenda, não passou de coincidência, dias depois descobriu Jean Carlos era contratado na EMAP.

Nenhum comentário:

Irlahi rifa Valter Costa por não apoiar Jonas Magno e o PSDB Estadual concede o direito a Valter de ser candidato em Rosário.

A prefeita de Rosário Irlahi Moraes MDB, rifou  o pré- candidato a vereador Valter Costa (PSDB) durante a convenção e lhe tirou da   ata ...