sábado, 8 de junho de 2019

Em Bacabeira, Criação de CPI da "farras das Diárias" é rejeitada por aliados da prefeita Fernanda Gonçalo

A vereadora Kellyane Calvet apresentou  durante a sessão desta quinta-feira (06) da Câmara Municipal de Bacabeira, requerimento para criação da CPI da “farra das diárias”. No entanto, aliados da prefeita Fernanda Gonçalo rejeitaram a proposta e apenas dois edis foram favoráveis.
Obedecendo o que garante o artigo 93, INCISO I, do Regimento interno da Câmara, Kellyane Calvet levou ao plenário para votação o requerimento para criação da CPI, caso não atinja o limite necessário de 1/3 das assinaturas dos vereadores.
A vereadora usou o seu tempo de discurso para tentar convencer seus colegas da importância da abertura CPI para investigar o episódio que ficou conhecido como “farras das diárias”, onde assessores da prefeita receberam centenas de diárias para São Luís nos anos de 2017 e 2018.
A assessora de gabinete da prefeita Fernanda Gonçalo, Adnilde Desterro Cruz, por exemplo, teria passado 308 dias na capital maranhense só no ano passado. Entre salários e diárias, a servidora faturou R$ 73.390,00 só em 2018.
Apesar da gravidade das possíveis irregularidades, a proposta de Kellyane Calvet recebeu o apoio apenas do vereador Irmão Vilmar. Para que a CPI pudesse ser aberta eram necessárias pelo menos três assinaturas.
Diante das inúmeras denúncias que são feitas constantemente pela vereadora Kellyane Calvet, a CPI iria esclarecer o “escândalo” que precisa ser apurado.
“Eu vejo que, quando um vereador colega de parlamento se nega a assinar um requerimento de CPI, claramente está dizendo não ao povo e sim ao mal feito. Está dizendo que escândalos como esse das farras das diárias não merecem ser investigados. Se não assinam é porque são contra a CPI, é porque é a favor de que isso continue, que pouco importa se o dinheiro do povo está sendo mal aplicado ou até mesmo desviado, que é o caso desse absurdo das “farras das diárias”. Desafio os nobres colegas a abrir qualquer procedimento investigativo, seja de farra das diárias, seja do PDDE, seja a respeito de uma única empresa que fornece medicamentos para prefeitura. Se apresentarem eu assinarei todos”, disse Kellyane ao final da sessão.

Nenhum comentário:

"Flávio Dino quer mais um aumento na taxa de vistoria de automóveis, antes era R$ 11,80 ele quer R$ 115 reais”, diz deputado Wellington ao cobrar informações

O deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para denunciar um novo aumento na taxa de vistoria n...