domingo, 17 de maio de 2020

Após reivindicação da classe médica o Governo oferta cloroquina para tratamento de pacientes leves com Covid-19


Após reivindicação da (COEME) Associação Medica do Maranhão e Sindicato dos Médicos o governo do Estado do Maranhão autoriza dispensação ambulatorial de Difosfato de Cloroquina + Azitromicina + Vitamina D, em todas as Upas, a serem disponilizados para os pacientes mediante avaliação e prescrição do médico.

A Secretaria de Estado da Saúde inseriu um novo protocolo medicamentoso para tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19 que estão com sintomas leves. A medida contempla pessoas com comorbidades, sem doença cardíaca, do 1º até o 5º dia de infecção do vírus. Orientado pela comunidade científica, o protocolo consiste em um kit de fármacos que combinam Hidroxocloroquina, Azitromicina, um corticoide, vitaminas C e D, além de remédios para febre e dores, como paracetamol e dipirona.
Desde a última terça-feira (12), O Ambulatório de Covid-19 do Hospital Dr. Carlos Macieira utiliza o protocolo.

Em nota o governador Flávio Dino:

Reitero o que digo há semanas. No Maranhão, nem governador, nem outro político, nem associação ou similar, prescrevem remédios. Quem decide isso são os MÉDICOS que atendem os pacientes. Tão simples de entender. Menos quando há mera politicagem ou apologia de ideologias delirantes.

Nenhum comentário:

Ibope aponta Braide com 54% e Duarte com 46%

A TV Mirante divulgou nesta sexta-feira (27), no JM2, a última pesquisa Ibope no segundo turno da eleição para prefeito de São Luís, entre o...