sexta-feira, 10 de abril de 2015

Governo vai reforçar mobilização para Cadastro Ambiental Rural em Rosário e São Luís

O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é o registro público eletrônico obrigatório das informações ambientais dos imóveis rurais do Brasil, cujo prazo se encerra dia 6 de maio, por determinação do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Para aumentar o percentual de propriedades participantes entre os 287.039 imóveis rurais passíveis de cadastro, 90% deles pertencentes a agricultores familiares, o governo do Estado está realizando mutirão de capacitação de multiplicadores em todas as regiões do Maranhão e intensificando as ações de conscientização dos produtores.

O mutirão já passou por Balsas, São João dos Patos, Imperatriz, Presidente Dutra, Timon, Codó e chegará em Caxias ainda nesta semana, além de Bacabal, Pedreiras, Santa Inês, Zé Doca, Pinheiro, Viana, Itapecuru, Chapadinha, Rosário e São Luís.

Representantes das secretarias de Estado de Agricultura e Pecuária (Sagrima), Meio Ambiente (Sema) e de Agricultura Familiar (SAF), além da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) estão participando da mobilização, expondo aos multiplicadores a importância do cadastro, como ele funciona e o passo a passo para realizá-lo, auxiliando os produtores rurais que tiverem dúvidas a buscarem auxílio nas sedes da Aged e da Agerp.

“Estamos a menos de um mês do final do prazo estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente, por isso a mobilização das secretarias e órgãos do governo está sendo fundamental para alcançarmos os produtores rurais de todo o estado”, ressaltou o secretário Márcio Honaiser.

Para intensificar a participação dos agricultores, a Sagrima ainda associou a entrega de sementes de feijão do programa ‘Mais Sementes’ à realização do CAR, para acelerar o cadastramento dos mais de 13 milhões de hectares no estado.

O cadastro foi criado pela lei do Código Florestal, no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente (SINIMA), integrando informações sobre a situação das Áreas de Reserva Legal, Áreas de Preservação Permanente, florestas e remanescentes de vegetação nativa, além das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país. Com esses dados, será possível o planejamento de imóvel rural e recuperação de áreas degradadas.

Trata-se de um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais e os produtores que não fizerem estão passíveis de sanções por parte do governo federal. Já os que aderirem, contam com vantagens como base de dados para planejamento do imóvel e sua produção, juros menores no financiamento rural e melhores condições para aquisição de seguro agrícola.

O acesso ao CAR é online e gratuito, no endereço eletrônico www.car.gov.br e qualquer pessoa pode entrar no sistema para se cadastrar. É necessário baixar o Módulo de Cadastro, preenchê-lo e enviá-lo para análise, tudo no mesmo site.

Nenhum comentário:

Kellyane denuncia descaso e abandono da U.E. Pe. Possidônio Monteiro em Bacabeira.

Mais uma denúncia, mais um descaso por parte da gestora Fernanda Gonçalo do Município de Bacabeira. A Vereadora Kellyane,  esteve nesta m...