terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Seletivo realizado pela Secretaria de Ciência e Tecnologia para o ensino médio técnico, em tempo integral, tem sido alvo de protestos de pais de alunos e professores em Bacabeira.

O “seletivo” realizado pela Secretaria de Ciência e Tecnologia para o ensino médio técnico, em tempo integral, tem sido alvo de protestos de pais de alunos e professores em Bacabeira.

Ocorre que o edital do seletivo levou em consideração, em primeiro plano, não a nota dos alunos que concluíram o ensino fundamental, mas sim a “proximidade com a escola”.

Com o critério adotado, estudantes que tiveram desempenho escolar superior perderam as vagas para outros que passaram “na média”.

Na cola

O resultado do seletivo para o curso de administração em Bacabeira mobilizou até professores da rede pública municipal.

Um professor do Complexo Bacabeirense, por exemplo, promete ir ao Ministério Público contra o Governo, em decorrência do seletivo “nada democrático”.

Pais de alunos e os próprios estudantes afirmam que o mais justo seria a realização de uma prova, para avaliação de desempenho individual. O Governo, contudo, optou por outro método e frustrou pais de alunos.

Nenhum comentário:

Joãozinho Freitas assina a ordem de serviço de construção da feira da Vicente Fialho...

Vereador Joãozinho Freitas assinando a ordem de serviço de construção da feira da Vicente Fialho Fialho.  Foi realizado com muita festa...