quarta-feira, 17 de janeiro de 2024

CNMP decide pelo afastamento de promotor de justiça


O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) determinou o afastamento do promotor de justiça Zanony Passos Filho de toda e qualquer atividade no Ministério Público do Maranhão (MPMA). A decisão do órgão nacional tem ligação com o caso das investigações envolvendo vereadores de São Luís, onde o promotor é acusado de extorsão.

A decisão foi anunciada e encaminhada nesta terça-feira (16) à Corregedoria Geral de Justiça do Maranhão (CGJ-MA). A corregedora Themis Pacheco de Carvalho cumpriu a decisão.

O afastamento de Zanony Passos é fruto de uma uma reclamação disciplinar contra ele, feita pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Paulo Victor (PSDB), no dia 5 de dezembro do ano passado. Na representação, Paulo Victor apresentou denúncia contra o promotor pelo crime de extorsão, alegando “condutas violadoras de deveres funcionais, abusivas, ilegais e, inclusive, criminosas”.

No documento enviado ao CNMP, além de discorrer sobre todos os antecedentes que levaram à representação, Paulo Victor pediu que fosse instaurado um processo administrativo disciplinar contra o promotor.

O caso envolvendo Paulo Victor e o promotor de justiça Zanony Passos foi revelado pelo vereador durante sessão ordinária na Câmara Municipal de São Luís. O fato mobilizou o MP Estadual, que chegou a emitir um comunicado sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Prefeita Paula Azevedo sofre novo afastamento, agora de 180 dias

A prefeita de Paço do Lumiar, Paula da Pindoba, foi novamente afastada do cargo por um período de 180 dias, conforme decisão do juiz Gilmar ...