sexta-feira, 11 de junho de 2021

Flávio Dino prorroga medidas sanitárias e diz que uso de máscaras continua obrigatório no Maranhão


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou, em coletiva nesta sexta-feira (11), a prorrogação das medidas sanitárias no estado até 21 de junho.

O regime de restrições vigente no estado foi prorrogado até o dia 21 de junho. O comércio e a indústria podem funcionar de 9h às 21h. Já bares e restaurantes, até às 23h. Supermercados das 6h à 0h. Além dos supermercados, academias, salões, bares e restaurantes estão autorizados a funcionar, todos com apenas 50% da capacidade total.

Durante a coletiva, Flávio Dino fez críticas a Bolsonaro (sem partido), que pretende desobrigar o uso de máscaras por quem estiver vacinado contra a Covid.

O governador afirmou que a obrigatoriedade do uso da máscara será mantida no estado e não há previsão para a revogação do decreto. Segundo o governador, ele não 'imagina', que o ministro da Saúde deva concordar com a medida.

"Não há horizonte de curto prazo de retirada da obrigatoriedade de máscara no Maranhão. Nos termos dos artigos 23 e 24 da Constituição Federal, no uso da chamada competência comum e concorrente, no Maranhão enquanto nós não tivermos um cenário de imunização e conseguinte uma conjuntura sanitária igual a desses país, evidentemente, nós vamos manter a fidelidade a ciência e ao bom senso, no sentido de que as pessoas usem máscara", afirmou.

Flávio Dino disse, ainda, que o estado receberá na segunda-feira (14), o primeiro lote com 90.700 doses da vacina Janssen contra a Covid-19.

O governador afirmou que apenas alguns municípios devem receber o imunizante. Segundo Dino, o estado segue uma orientação do Ministério da Saúde e deve destinar as doses para, no máximo, oito cidades maranhenses. A medida acontece devido ao curto 

"Chegarão ao nosso estado, provavelmente, portanto dia 14, segunda-feira, 90.700 doses da vacina Janssen com um prazo de validade muito curto (...) Nós vamos ter um prazo de aplicação bem pequeno. Em razão do curto prazo de validade e da orientação do Ministério da Saúde, a vacina não será distribuída para todo os 217 municípios do Maranhão", explicou.


Nenhum comentário:

Notinhas Rápidas de Rosário, Bacabeira e Santa Rita Região Metropolitana de São Luís.

 Em Rosário  O prefeito Calvet Filho caminha forte  para ter uma parceria histórica do governo do Estado que está  gerando  grandes obras pa...