sexta-feira, 25 de agosto de 2023

Dino nega afastamento de Brandão e diz que não interfere no governo


Durante ato no Palácio dos Leões para implantação do Programa de Ação na Segurança Pública, repasse de recursos da ordem de R$ 8,4 milhões do Edital Escola Segura, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP), além da entrega de viaturas, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), comentou também sua relação com o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB).


O atual chefe do Executivo não estava presente no ato porque está de licença do cargo, e foi representado pelo vice-governador, Felipe Camarão (PT). O fato de o ato oficial ter ocorrido justamente na ausência do titular do mandato deu mais força a especulações sobre afastamento entre ambos.

Para Dino, no entanto, tudo não passa de especulação. “É natural que os analistas, todos, façam as suas especulações, mas nós temos que olhar os fatos, que estão acima de especulações. Esse é o quarto evento que eu faço no Maranhão, os dois primeiros foram com o governador Brandão ao meu lado. Nós temos uma relação sempre cordial e de muita colaboração. O governador Brandão hoje lidera o Estado. Eu não interfiro nisso, eu não intervenho nisso, porque eu acho que não existem dois, ou três, vou quatro governadores ao mesmo tempo, é um de cada vez. Eu fui governador, agora é a vez dele ser governador”, disse.

O ministro alegou, ainda, que tem cumprido “com dedicação” sua “tarefa nacional” o que lhe impediria também de se intrometer em assuntos estaduais. Além disso, acrescentou, confia na gestão do atual governador.

“Eu tenho uma tarefa nacional, e essa tarefa nacional eu procuro exercer, e todos vocês são testemunhas, com muita dedicação, com muita intensidade. Então, quando o governador Brandão quer falar comigo, ele me liga, ele me visita, e quando eu quero falar com ele eu ligo, eu visito ele. Agora, eu não interfiro nos assuntos do Governo do Estado porque eu confio na equipe que ele montou, e confio, portanto, no trabalho que está sendo continuado. Vejo ele inaugurando obras que nós começamos e ele está terminando, assim que deve ser. E as especulações ficam para este terreno”, completou.

E lembrou que em âmbito nacional também tem sido alvo de especulações sobre sua relação com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Nacionalmente, hoje, inclusive, todos os dias surgem especulações com meu nome: ora dizem que Lula me ama, ora dizem que Lula me odeia. Esta semana ele próprio, o Lula, teve que ir à rede social dizer que eu venho fazendo um bom trabalho. Ou seja, especulações, infelizmente, fazem parte, mas a realidade é essa que vocês estão vendo aqui. E, com certeza, ainda neste ano, aqui ou em outro lugar que o governador determinar, nós teremos mais entregas e eu espero que o governador Brandão esteja presente. Mas quero dizer da minha alegria de estar aqui com o vice-governador Felipe [Camarão], foi meu secretário, é meu amigo, e acho que é uma forma de mostrar essa normalidade institucional que hoje o governo federal vive, que o Governo do Estado vive”, concluiu.

 Por Ipolitica


Nenhum comentário:

Prefeita Paula Azevedo sofre novo afastamento, agora de 180 dias

A prefeita de Paço do Lumiar, Paula da Pindoba, foi novamente afastada do cargo por um período de 180 dias, conforme decisão do juiz Gilmar ...