segunda-feira, 2 de maio de 2016

Misericórdia e perdão são debatidos em evento católico em São Luís

Padre Francisco Mendes Lima, da Arquidiocese de Fortaleza
A Comunidade Católica Shalom promoveu durante o fim de semana o Congresso Shalom em São Luís. Com o tema “A Cura pela Misericórdia”, o evento foi uma oportunidade de debater o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, um tempo especial que a Igreja Católica vive para promover a conversão e levar o perdão de Deus para todas as pessoas.
O encontro aconteceu neste  sábado (31) e domingo (1) na Universidade Federal do Maranhão. A programação contou com momentos de louvor, adoração, pregações, workshops, confissão, oração e aconselhamento, missa de cura e apresentação do espetáculo "20 anos da missão de São Luís".
O evento contou ainda com a presença do pregador o padre Denys Lima, enviado pelo papa Francisco como missionário da misericórdia. Sendo assim, o padre também estava no local para absolver pecados dos quais apenas a Santa Sé poderia tratar no período da quaresma e em dias específicos designados pelo bispo local.
Participaram do encontro membros da comunidade de São Luís e também de outras cidades como Balsas e Chapadinha, no interior do estado, e Teresina, no Piauí.
Misericórdia
Adalberto Souto, responsável pela Comunidade Católica Shalom em São Luís, lembrou que a Igreja vive o momento de misericórdia desde dezembro do ano passado. Por isso, o congresso foi idealizado com o objetivo de aprofundar o significado da divina misericórdia para a Igreja Católica.
Além da convocação do Ano Santo da Misericórdia pelo papa, Adalberto Souto explica ainda que a discussão desse tema tem um significado especial. “O homem de certa forma, diante de todas as adversidades, vive uma busca pela felicidade, que é o próprio Deus. Nós queremos anunciar essa vida plena, que é aquela que Cristo nos trouxe através da sua vida entre os homens, de misericórdia”, disse.
Nesse sentido, os momentos de pregação foram um chamamento aos presentes no evento para viverem a misericórdia de forma mais intensa. “Esse não deve ser um princípio só dos missionários. A misericórdia divina é para todos os homens. Cristo é a misericórdia e ele quer se revelar ao jovem, ao idoso, aos casados, homens, mulheres, crianças. A misericórdia é para todos, independentemente da nossa situação de pecado, se estamos afastados de Deus ou não”, pontuou Adalberto Souto.
Saiba mais
A Comunidade Católica Shalom é uma das comunidades novas reconhecidas pela Igreja Católica. Ela existe há cerca de 20 anos e está presente em países como França, Canadá, Itália, Israel e Hungria além do próprio Brasil. Em São Luís, é ligada à Arquidiocese e formada por membros missionários consagrados.

Nenhum comentário:

Em Rosário, Posto de Saúde e estrada de Salva Terra abandonados pela gestão da Tia prefeita de Jonas Magno.

O povoado de Salva Terra está abandonado pela gestão Irlahi Moraes que está desesperada querendo botar o sobrinho no poder para continuar o ...