quinta-feira, 21 de novembro de 2019

“Num dia Flávio Dino crítica Bolsonaro, no outro prejudica servidores”, diz Wellington sobre reforma da previdência estadual

Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Wellington do Curso foi o primeiro parlamentar a se posicionar contra o
Projeto de Lei do Governo do Maranhão que prevê uma reforma na previdência estadual. Dentre as mudanças, a alíquota descontada no salário dos servidores para o pagamento da previdência deve subir de 11% para 14%.

Ao afirmar ser contra tal medida, Wellington repudiou a forma silenciosa com a qual Flávio Dino encaminhou o Projeto e, com ele, o pedido de urgência na votação.
“Esse é o Flávio Dino que a gente já conhece: o que fala uma coisa na propaganda, mas na realidade faz o diferente. O mesmo governador que tanto criticou a Reforma da Previdência, agora manda um Projeto para a Assembleia, da noite para o dia, pede urgência e ainda quer aumentar para 14% a alíquota da contribuição dos servidores. Se pelo menos tivesse concedido algum reajuste aos servidores públicos nos últimos 5 anos, o impacto negativo nem seria tão grande. No entanto, num dia Flávio Dino crítica Bolsonaro, no outro prejudica servidores. Nosso voto é contra essa reforma, que sequer foi discutida com os servidores do Maranhão. Se Flávio Dino pensa que pode contar com meu apoio para desrespeitar os servidores, ele está muito enganado. Sigo firme em defesa desses homens e mulheres que tanto fazem pelo desenvolvimento do Maranhão e estão sendo, cada vez mais, massacrados”, disse Wellington.

Nenhum comentário:

Em São Luís, Pré-candidatura de Adriano é oficializada em encontro do PV

Em encontro realizado na tarde da última sexta-feira, 13, o presidente nacional do Partido Verde, José Luiz Penna, chancelou a decisão da...