quinta-feira, 9 de abril de 2020

“Eu fui curado do COVID-19″, diz médico após receber alta hospitalar no MA. ( Veja o Vídeo)

O Hospital Universitário Presidente Dutra, em São Luís, divulgou na quinta-feira (9) o vídeo do primeiro paciente a receber alta médica na unidade hospitalar após contrair a Covid-19 (veja o vídeo acima). O paciente é Cláudio Barros, de 28 anos, que é médico e residente de cirurgia do aparelho digestivo na capital maranhense.

No vídeo, Cláudio é aplaudido no corredor por técnicos em enfermagem, enfermeiros, médicos e funcionários que trabalham no hospital e deram assistência para ele durante seu período de internação. Na imagem, ele segura uma placa com a frase 'Eu fui curado do Covid-19', graças a todos vocês, obrigado'.

Em seguida, o médico fez um discurso bastante emocionado onde agradeceu a equipe do hospital pelo cuidado e por terem dado a ele uma ‘nova chance de vida’.

Ainda no discurso, o médico fala que o período em que esteve internado foi o momento em que ele mais sentiu medo e esteve mais próximo da morte. Cláudio Barros, que é natural da Bahia, também relembrou toda sua trajetória de vida até ter vindo para o Maranhão onde atualmente, faz residência médica. Por fim, ele agradeceu novamente a equipe e a Deus.

“De longe esse é o momento que eu mais passei perto da minha morte, da angústia e do medo. De tudo, de ter ficado longe da minha família, da minha princesa que é minha esposa, mas eu sentia cada um de vocês estavam comigo. Queria agradecer a cada técnico, cada auxiliar de limpeza, cada enfermeiro, cada médico, cada nutricionista e cada um que teve até aqui comigo. A gente que é médico, passa por muitos momentos difíceis e eu tinha certeza que Deus não ia desamparar. Deus tarda, mas Deus não falha. Sua palavra é justa e jamais iria me desamparar. Tudo que eu posso está naquele que me fortalece”, concluiu.







Do G1MA

Nenhum comentário:

Em Rosário, Roubo das 530 doses de H1N1 da geladeira do Hospital SESP completa dois meses sem solução.

No município de Rosário o roubo  das 530 doses da vacina  influenza H1N1 da geladeira do sistema de frios do Hospital SESP durante a ca...