quinta-feira, 8 de julho de 2021

Em dia mais tenso da CPI, Bolsonaro visita Sarney


Em meio à escalada da crise política, o presidente Jair Bolsonaro visitou ontem quarta-feira 7, o ex-presidente José Sarney, em compromisso que não entrou na agenda oficial.

Foi o segundo encontro entre Bolsonaro e o ex-mandatário e cacique do MDB desde o começo da CPI da Covid.

A primeira visita de Bolsonaro a Sarney se deu em 28 de abril, um dia após a instalação da CPI da Covid no Senado.

Segundo o site  Valor  fontes do MDB que, naquele encontro, Bolsonaro perguntou ao ex-presidente se o relator da CPI e seu correligionário, Renan Calheiros (MDB-AL), era realmente próximo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O encontro de ontem, por sua vez, ocorre num momento em que a CPI fecha o cerco em torno de um dos principais aliados de Bolsonaro: o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).

A comissão de inquérito adiou a oitava do deputado paranaense, expondo-o ainda mais à fritura no cargo. Barros apelou ao Supremo Tribunal Federal (STF), para que a Corte obrigue a CPI a agendar o seu depoimento.

Em paralelo, Bolsonaro afirmou aos apoiadores que a CPI tem que deixar Barros falar.

Valor 

Nenhum comentário:

A resposta é trabalho, Rosário terá uma unidade fixa do VIVA/PROCON.

Mais de 100 pessoas foram atendidas, somente neste primeiro dia, terça-feira (27), para  Serviços, como emissão de RG (1ª e 2ª vias), CPF, o...