domingo, 20 de março de 2022

Em Icatu, Moradores da comunidade Crissanto derrubam escola municipal em protesto


Aconteceu nesta sexta-feira  (18), por volta das 10 horas da manhã no povoado Crissanto, uma manifestação popular contra as condições da escola da localidade que se encontrava segundo moradores, em péssimas condições de funcionamento. O povoado onde o fato ocorreu fica as margens da estrada que liga Morros à cidade que deu origem a todos os munícipios do Baixo Munim, a velha Icatu.  

Moradores indignados destruíram a escola São Benedito, a única da comunidade. A alegação dos populares  foi o abandono por parte do poder público municipal, pois os mesmos já haviam reivindicado reforma. 

Porém, pelo que se vê, a emenda foi pior que o soneto. A população local chegou ao limite de tolerância,  partindo assim para o ato extremo.  

Se já estava difícil melhorar o que já estava ruim, imagina construir o que foi destruído. Prejuízo para a população. Neste caso, perdem principalmente os alunos que frequentavam aulas no recém destruído prédio escolar; assim como perdem os cofres públicos, perde a população, a comunidade, e o prefeito. Wallace sai desse episódio com a imagem bastante arranhada.

A prefeitura de Icatu ainda não se manifestou sobre ocorrido.



Nenhum comentário:

Em reunião, Prefeitura e Estado definem ações de segurança no sistema de transporte de São Luís

  Por determinação do prefeito Eduardo Braide, as secretarias municipais de Segurança com Cidadania (Semusc) e de Trânsito e Transportes (SM...