sábado, 27 de maio de 2023

Café com Notícias’ - Secretário Gerson Pinheiro fala sobre racismo na atualidade


O secretário de Estado de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, foi o entrevistado do programa ‘Café com Notícias’ desta sexta-feira (26), na TV Assembleia. Ele tratou, na conversa com a jornalista e apresentadora Elda Borges, sobre o racismo na atualidade, tendo por base os ataques ao jogador de futebol Vinicius Junior, na Espanha, e casos no Maranhão, onde 76,2% da população são de negros.

“O mundo passa por uma onda racista muito forte, é o retorno de momentos que já passaram na história, e a Espanha é simbólica nisso”, afirmou o gestor estadual. E complementou, ainda sobre o caso do Vinícius Júnior: “O negro pode ocupar alguns espaços, mas ele não pode brilhar muito”.

Gerson Pinheiro destacou que a existência do racismo pressupõe que há um poder de domínio de um grupo. “A classe subalterna não pode cometer o racismo, ela não tem instrumentos para isso”, detalhou ao negar o chamado racismo reverso.

O secretário explicou ainda que a sociedade, o Estado brasileiro se construiu a partir do binômio casa grande e senzala e, portanto, o racismo estrutural já traz essa marca. Também destacou mecanismos de impedimento da ascensão social do negro que foram sendo criados, através dos tempos, e têm reflexos até o dia de hoje.

Ele destacou que mesmo no Maranhão, onde 76,2% da população são de negros, de acordo com o IBGE, há registros de racismo. Segundo ele, as ocorrências desses casos são reflexos de uma cultura excludente, na qual ainda são poucos os negros que ocupam espaços de poder.

“O dono da fazenda prepara o filho para ser seu sucessor”, atestou, referindo-se ao fato de que o negro não tem com ascender sem ter acesso igualitário à educação, por exemplo.

O programa 'Café com Notícias' vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 9h, na TV Assembleia (canal aberto digital 9.2; Maxx TV, canal 17; e Sky, canal 309).

Nenhum comentário:

Prefeita Paula Azevedo sofre novo afastamento, agora de 180 dias

A prefeita de Paço do Lumiar, Paula da Pindoba, foi novamente afastada do cargo por um período de 180 dias, conforme decisão do juiz Gilmar ...