segunda-feira, 14 de março de 2016

Manifestação de 'Fora Dilma' reuniu cerca de 5 mil pessoas em São Luís

Milhares de manifestantes do “Fora Dilma” reuniram-se ontem, na Avenida Litorânea, em São Luís para protestar contra a corrupção, a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e das investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.


Segundo estimativas da Polícia Militar, pelos menos 4 mil pessoas estiveram no movimento, que começou às 8h da manhã e estendeu-se até perto de meio-dia – oficialmente, deveria terminar às 10h. Os organizadores citaram a presença de 5 mil pessoas.

O número é praticamente dez vezes maior que o registrado na última manifestação parecida na capital. Em dezembro do ano passado, apenas 500 pessoas participaram de uma passeata, da mesma Avenida Litorânea até a Avenida dos Holandeses.

Para o professor Messias Coelho, no entanto, a presença deveria ter sido maior, mas houve inibição após os atos de vandalismo praticados por petistas há uma semana, na Praça Maria Aragão, quando um Pixuleco foi furado e cortado. Como lideranças do PT anunciaram durante a semana um ato também na Litorânea, ele acredita que algumas pessoas acabaram ficanod em casa, temendo de vandalismo.

“Percebemos que as pessoas estão buscando contribuir para resolver o problema evidenciado pelo país, entretanto os rumores de confusão acabaram, de alguma forma, afugentando muitos que pensavam em participar da manifestação”, afirmou o professor.

A aposentada Glória Santana, por outro lado, considerou favorável a presença de público. “Nós temos mais de cinco mil pessoas aqui”, contabilizou. “Isso já é muito mais do que na última manifestação. Ou seja, é algo que está crescendo”, avaliou.

Os protestos em São Luís ocorreram de forma pacífica e com muito bom humor, com tradicionais marchinhas de carnaval tendo letras alteradas para fazer referência aos recentes eventos políticos ocorridos no Brasil. Faixas e cartazes também satirizavam a situação de políticos envolvidos na Lava Jato.

MAIS

Não houve nenhum registro de violência no evento, segundo informou o tenente-coronel Roberto Filho, comandante da Companhia de Turismo (CPTur)da PMMA. Apesar disso, durante toda a manhã foram mantidos 132 policiais militares fazendo a segurança da área. “Todo o sistema de segurança foi envolvido nessa operação”, explicou.




Nenhum comentário:

Carlos Macarrão é registrado com o número 20000 candidato a vereador de Rosário

CANDIDATO A VEREADOR DE ROSÁRIO CARLOS MACARRÃO COM NÚMERO 20000 O servidor da Policia Federal e candidato a vereador Carlos Macarrão PSC, é...