quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Grêmio e Flamengo duelam pela libertadores nesta quarta-feira por uma vaga na final no Chile .

Um dos duelos mais esperados do ano. Assim é tratado o embate entre Grêmio e Flamengo por uma vaga na grande final da Libertadores da América, em jogo único, no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Os dois melhores ataques do Brasil entram em campo, hoje, às 21h30min, na Arena do Grêmio, pelo confronto de ida das semifinais do torneio continental. Antes do encontro em campo, os treinadores duelaram nos microfones: Renato Portaluppi e Jorge Jesus rasgaram elogios ao adversário, mas aproveitaram suas falas para pequenas alfinetadas.
Dentro de campo, o técnico gremista mantém mistério e ainda não definiu o time que iniciará a partida. A principal dúvida está no meio-campo. Desde que se recuperou de dores na panturrilha direita, Maicon ainda não jogou. Michel, seu substituto, entrou bem e deu dinamismo ao setor, sem deixar saudade do capitão que, entretanto, pode aparecer entre os titulares.
Na zaga, Geromel não se recuperou de um problema muscular na coxa direita. Com isso, David Braz segue ao lado de Kannemann. Na lateral-direita, Léo Moura deixou a desejar no sábado, diante do Fluminense, pelo Brasileirão. Dessa forma, Galhardo será mantido. Já Alisson treinou na segunda-feira e deve voltar ao time titular, já que não enfrentou o Avaí na semana passada.
A provável escalação tricolor tem Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Alisson, Luan e Everton; Diego Tardelli. Ontem, a última atividade comandada por Renato foi com os portões fechados no palco da partida. Após o treino, o ídolo gremista, com história marcante pelo clube carioca, falou com a imprensa.
Questionado sobre o favoritismo de um ou outro, o técnico do Grêmio não titubeou: "O Flamengo é favorito por tudo que gastou e por tudo que tem. É a melhor equipe do Brasil, em termos de elenco, mas dentro de campo são 11 contra 11." Renato falou também sobre o papel que o comandante tem em relação ao resultado. "O treinador ajuda a ganhar sim, mas também ajuda a perder. É só ele mexer errado. Independentemente disso, os maiores méritos são dos jogadores, porque eles estão lá dentro", analisou.

Sem mistério, Flamengo quer vencer em Porto Alegre

Do lado rubro-negro, o técnico Jorge Jesus não falou, mas o volante Willian Arão analisou o duelo de hoje. Sem chegar a uma semifinal da competição desde o longínquo ano de 1984, os jogadores do Fla sabem da importância do confronto. "Para ganhar Libertadores, é preciso disputar sempre. A chance é muito maior. O Flamengo está nesse processo, chegando mais longe a cada etapa. Temos jogadores campeões no elenco. A ansiedade não vai pesar. Vamos suportar bem a pressão e esperamos fazer um grande jogo", aposta.
Sobre as opiniões opostas dos dois treinadores, Arão evitou eleger o time que está exibindo o futebol mais vistoso, mas não deixou de lembrar da eficiência do Flamengo, que vinha de oito vitórias seguidas no Brasileirão antes de empatar por 0 a 0 com o São Paulo, no último sábado. "Não sei se isso é estratégia do Renato, mas, desde que passamos do Inter (na Libertadores), só tivemos vitórias e um empate. Não estávamos preocupados apenas com esse jogo. Nos preocupamos sempre com o próximo. Sabemos tudo o que envolve, mas temos de chegar e jogar leve, com alegria", destacou.
O português Jorge Jesus não faz mistérios em relação ao time que irá a campo. Ontem, antes do treino no resort que a delegação está concentrada em Viamão, os jogadores foram surpreendidos por um exame antidoping. O mesmo ocorreu na segunda-feira, com os atletas do Grêmio. O Rubro-Negro deve entrar em campo com Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson e Arrascaeta; Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol.

Nenhum comentário:

Ciclista morre após ser atropelado na BR-402, em Rosário

Na manhã da última sexta-feira, 18, um ciclista identificado como José Aparecido Costa, morreu após ser atropelado por um carro, no km 15...