sábado, 29 de abril de 2023

PM que matou a ex-companheira é condenado a 27 anos de prisão no Maranhão.


O Soldado da Polícia Militar, Carlos Eduardo Nunes Pereira, foi condenado por homicídio qualificado pelo assassinato de Bruna Lícia Fonseca e José William dos Santos. Crime aconteceu em 2020, em São Luís.

A Justiça do Maranhão condenou a 27 anos e 6 meses de prisão o soldado da Polícia Militar, Carlos Eduardo Nunes Pereira, de 34 anos, acusado de matar a ex-companheira, Bruna Lícia Fonseca de 23 anos e José William dos Santos de 24 anos.


O crime aconteceu em 2020. O julgamento foi realizado nessa sexta-feira (28), no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís.

A sentença foi proferida pelo juiz titular da 3ª Vara do Júri, José Ribamar Goulart Heluy Júnior. A Justiça negou a ele o benefício de recorrer em liberdade e ele foi levado de voltada para o presídio do Comando Geral da Polícia Militar, em São Luís, onde estava preso desde a época do crime.

Com a decisão, Carlos Eduardo perdeu a função pública e foi expulso dos quadros da Polícia Militar do Maranhão. O réu foi denunciado pelos crimes de duplo homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa das duas vítimas.

Nenhum comentário:

Pintor morre após sofrer descarga elétrica e cair de andaime durante trabalho em Bacabeira

Um acidente de trabalho registrado na manhã desta quarta-feira, 24, vitimou um homem identificado por Marcos Reis, no município de Bacabeira...